O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos.  Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.

Jovem Adulto | 272 Páginas | Editora Gutenberg | Skoob | Classificação: 5/5  
                                                           
Leitura mais que recomendada!!

E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama?
A lista Negra contará a história de Valerie, uma menina que junto de seu namorado sofria bullying na escola. O livro começa após a tragédia, começamos lendo uma notícia de um jornal, onde mostra que um jovem assassinou alguns de seus colegas e depois se suicidou.

A lista foi ideia minha.Não queria que ninguém morresse.Não queria ser uma heroína.Será que, algum dia, você vai me perdoar?
Tudo isso ocorreu devido a uma lista chamada: "A lista negra", onde foi colocado os nomes das pessoas que a perturbavam, que a maltratavam, que a magoaram ao chamá-la de Irmã da Morte. Ela contou a Nick que alguns valentões que quebraram seu mp3, é quando chegando à escola ela presencia Nick abrindo fogo em vários alunos e alguns professores que estavam na cantina naquele dia, pessoas que estavam no lugar errado e na hora errada, ela tenta fazer com que ele pare,  ela também é atingida quando tentava salvar a vida de uma pessoa, é quando nick se dá conta do que fez e acaba tirando a própria vida.

Meu Deus pensei. A Lista. Ele está pegando as pessoas que estavam na Lista Negra. Comecei a andar de novo, só que, daquela vez, era como se estivesse correndo na areia. Meus pés pareciam pesados e cansados, era como se alguém tivesse amarrado algo ao redor do meu peito que me impedia de respirar, e ao mesmo tempo, me puxava para trás.
Seu relacionamento com os ex-amigos já não é a mesma coisa, o relacionamento com os pais também não; seu pai de certa forma a culpa pelo o que aconteceu e vemos que ele sente um pouco de raiva dela, até mesmo seu irmão achava que ela era culpada.  O livro é narrado entre passado e presente, e podemos ver a relação da Val com o Nick; nisso nós conhecemos um pouco mais do Nick. Você pode achar que ele era um monstro pelo que fez, na verdade tudo foi consequência de anos de humilhação.

“Ódio. Socos no peito. Apelidos. Risadas. Comentários depreciativos. Ser empurrado de encontro aos armários quando algum idiota metido passava. Eles o odiavam e ele os odiava e de algum modo acabou daquele jeito, com todo mundo morto.”
Valerie se sente culpada, afinal a ideia da lista negra foi dela, ela que colocou os nomes lá. Agora ela terá que voltar a frequentar a escola, ela não quer voltar, não sabendo que todos a culpam pelo o que aconteceu, com todos sentindo medo dela e do que ela pode vir a fazer.  Ela aos poucos vai tentando refazer sua vida, tentando esquecer-se do horror que viveu, tentando se livrar da culpa, tentando enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.

"Eu parecia completamente culpada, até mesmo para mim, mas sabia também que não tinha feito nada."
Você se pega imaginando como seria se fosse você no lugar dela, se você fosse vitima de bullying, como você se sentiria, eu sei que nada justifica certas ações, mas eu me coloco no lugar dela e é horrível sofrer todos os dias humilhações, xingamentos, maus-tratos e sempre ficar calada, fingir que não liga, quando na verdade é totalmente o contrario!

"As pessoas fazem isso o tempo todo - acham que "sabem" o que está se passando na cabeça de alguém. Isso é impossível. É um erro achar isso. Um erro muito grande. Um erro que, se você não tiver cuidado, pode arruinar sua vida."
O livro nos faz pensar muito sobre nosso comportamento, sobre o comportamento humano, sobre nossas ações, que o que fazemos com os outros uma hora vai ter consequência, e nem sempre são boas; principalmente quando somos adolescentes. As maiorias dos adolescentes acham que essa fase é só brincadeira, que não tem problema nenhum apelidar um colega de classe, que podem “brincar” com uma pessoa sem magoá-la.

"-Sabemos que podemos mudar a realidade. É difícil, e a maioria das pessoas nem tenta fazer isso, mas é possível. Você pode mudar a realidade do ódio ao se abrir para uma amiga. Ao salvar uma inimiga. (...) Contudo, é preciso ter vontade de ouvir e de aprender para mudar a realidade. Principalmente ouvir. Ouvir de verdade."



20 Comentários

  1. Caraca! Que história. Deve ser uma leitura bem tensa e pesada. Estou imaginando se o final é "feliz". Já coloquei na minha lista, não a negra, a de leituras!
    Parabéns pela resenha e quotes incríveis.
    Bjs, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar muito deste livro, mas nunca senti vontade de ler. Porém depois da sua resenha ele entrou na minha lista... Bjos...
    www.batomnacapa.blogspot.com tem sorteio la no blog, participa!

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Não me deixe mais louca por esse livro, POR FAVOR. Esse livro está na minha lista e eu espero tanto que dê pra eu comprar ele esse ano ❤ tenho uma paixão muito forte por livros assim . Resenha maravilhosa, amei.


    Beijos,Blog Cupcakeland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! É uma leitura maravilhosa!!

      Beijos

      Excluir
  4. Sério, eu estou tocada com esta resenha e com este enredo. Infelizmente a nossa sociedade ainda enfrenta o bullying, no qual tem atingido a vida de muitas pessoas, não só de crianças ou adolescentes, que sofrem mais por causa do período escolar, etc. Porém, estas pessoas não sabem o quanto uma simples palavra pode magoar e levar uma pessoa até ter depressão, como no caso deste livro... Matar e se suicidar. Isto é muito sério! Fiquei bem tocada em saber mais do enredo deste livro, que parece ser intenso e com uma crítica bem séria nas entrelinhas, a cada nova página.
    Pessoas que praticam o bullying são pessoas sem caráter e que precisam de oração, com certeza. O bullying está começando a se tornar normal! Genteee, xingar e apelidar os outros por pura maldade não é NORMAL! Até mesmo bater nos outros por causa do jeito da pessoa. Graças a Deus nunca sofri bullying, mas eu já passei por momentos em que diziam que eu era uma coisa em eu ser, o que me magoou muito. Imagina viver todo dia passando por isso? Deus tenha misericórdia!
    Ótima resenha! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo que você falou. Conheço pessoas que sofreram com bullying, eu mesmo já fui vítima na época do Ensino fundamental. Só podem ser pessoas que para se sentirem bem precisam de alguma forma fazer com que os que estão ao seu redor sofram de alguma maneira, não importa se for com palavras ou gestos, até onde isso vai parar. E vemos que infelizmente isso não acontece só nos livros, vemos muitos casos tanto no Brasil como em outro país de pessoas que tiraram outras vidas e em quase todos os casos (se não todos) tem a questão do bullying envolvido.

      Muito triste!!

      Excluir
    2. Verdade, Dani :( às vezes estas pessoas que praticam o bullying são sofridas e etc, mas cara... Isso não deve ser desculpa. Bom, vou orar a respeito disso, porque é muito triste ver pessoas que foram felizes se deixando afundar por palavras e ações de maldade.
      Beeeijos!

      Excluir
  5. Só vejo resenhas positivas desse livro, sobre como é marcante e nos faz refletir. Gosto desse gênero literário e a escrita da autora parece ser muito boa. Preciso lê-lo pra ontem D:
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Vi umas resenhas desse livro por ai e fiquei impressionado com a positividade delas. ^_^
    Deve ser um livro incrível! Adorei a sinopse! Com certeza eu vou comprar! (Sério, fiquei empolgado!) Adorei a resenha! :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Já tinha visto o livro em vários lugares, mas nunca procurei saber sobre o que era. Agora com sua resenha descobri tudo.
    Certeza que será uma história triste e pesada (talvez tanto quanto em Garotas de Vidro - que trata de outro tema, mas Lista Negra me fez lembrar dele).
    Eu sofri bullying na escola, então sei bem qual é o sentimento que fica dentro da alma. Ninguém deveria passar por isso.
    E é claro, pensar em vingança é consequência. Somos humanos e imperfeitos.
    Curti sua resenha.
    Bj

    Notinhas de rodapé

    ResponderExcluir
  8. Oi Daniela.
    Menina, que resenha! Eu adorei. Não sabia que este livro abordava sobre Bullying. Eu concordo com a sua opinião sobre o assunto, porque não é nada legal para quem sofre. A sensação é muito ruim.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu quero muito ler esse livro, pois gosto de livros com temas mais pesados e densos. Já li outras resenhas desse livro e todos falam bem.
    Eu tô curiosa para saber o que vai acontecer com ela no final. Vou tentar ler esse ano.
    Sua resenha está ótima ;)

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  10. Nossa, esse livro parece ser beeem intenso. Fiquei bastante curiosa agora, mesmo tendo lido elogios nunca parei para saber mais sobre a historia dele em si.
    Poxa, a família da menina deveria tentar encontrar a raiz do problema e não culpa-la por tudo, provavelmente isso só agrava mais a sua situação psicológica.
    Fiquei curiosa para ler. Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  11. Hi baby, tudo bem? já ouvi falar desse livro diversas vezes e muita gente já me indicou! a temática trás um assunto muito sério e que vale a pena ser discutido! quero muito ler! parabéns pela resenha ;)

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá... tudo bem??
    Já li muitas resenhas desse livro e sempre que leio a minha curiosidade aumenta... é um livro que foge de minha zona de conforto que estou mais do que disposta a arriscar, então não vejo a hora de tê-lo em mãos.. sua resenha ficou bem legal... levantou os fatos importantes para aguçar a minha curiosidade e sim o tema é denso... xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Daniela!
    Eu moooorro de vontade de ler esse livro mas não tive a oportunidade de comprar ainda :(
    Gosto muito de livros que abordam o bullying. Na minha época não era chamado assim e sofri umas zoações quando criança mas passou. Quero saber como termina essa história!

    beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá! Tenho lido tanta coisa boa sobre esse livro que não tem como ele não estar entre minhas próximas leituras! Adoro esse estilo de leitura, que nos faz refletir sobre como estamos levando nossa vida e, claro, mudar o que for necessário. Ótima resenha, deu água na boca mesmo!
    Abraço!
    http://www.pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oie
    sou muito suspeita para falar pois adoro esse livro e sempre indico, minha mãe está lendo ahah que bom que gostou tanto quanto eu, adorei sua resenha e ter visto o livro por aqui

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Esse livro é maravilhoso ! Super recomendo !!!!

    ResponderExcluir
  17. Falando em temática pesada... A lista negra é um livro bem escrito e que trata de um assunto bastante complicado. Fico imaginando a cabeça dos jovens que realmente passam por isso.
    Ainda bem que aqui no Brasil não é algo frequente, mas lá nos EUA... Coitadas daquelas crianças e adolescentes que viveram momentos tão perturbadores. Não consigo imaginar como seja conseguir voltar para a escola depois de algo assim.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!