Nome: Todo dia
Autor (a): David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 279
Classificação:

Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.
 
Queria que o amor conquistasse tudo. Mas o amor não conquista tudo. Ele não pode fazer nada sozinho. Ele depende de nós para conquistar em seu nome.
 Em Todo dia conhecemos A’, que a dezesseis anos, todos os dias ele habita o corpo de outra pessoa, não importa se é homem, mulher, rico ou pobre, todos os dias é a mesma coisa. Todo dia ele convive com jovens que enfrentam  problemas na família, problemas com drogas, todos os tipos de problemas enfrentados pelos adolescentes.


Um dia, ao habitar um corpo, ele conhece Rhiannon, se antes quando estava no corpo de alguém, ele não interferia em nada, a partir do momento que ele a conhece, tudo muda. Ele vai tomando decisões, seguindo caminhos que possibilite estar com ela, isso vai ocorrendo a cada novo corpo, a cada novo dia, sem se importar com as consequências que essas decisões podem acarretar.

A narrativa do livro é muito bonita, você torce pelo personagem, torce para que ele consiga aquilo que quer. Quando comecei a ler, não consegui parar, eu tinha que continuar lendo, tinha que saber o que viria no próximo capítulo. David Levithan conseguiu colocar todos os dilemas vivenciados pelo jovens nesse momento da suas vidas: a adolescência. Todos os traumas que vivemos, todas as dúvidas, as incertezas e os medos que enfrentamos.

Mais bonito ainda no livro é o romance. Vemos A’ lutando pelo o que ele quer, lutando pra que dê certo, ele começa a ter esperanças, e nós também de certo modo ficamos esperançosos. Eu queria muito que o autor explicasse um pouco mais sobre o personagem, sobre a existência dele, eu não me conformei com as explicações fornecidas, mas tudo bem, esse é apenas um ponto negativo em meio a muitos pontos positivos.

Todo dia me fez torcer com fervor pelo A’ e Rhiannon. Eu ri, fiquei triste e adorei o livro. E tenho certeza que você também vai gostar!




A Galera Record já publicou a continuação, dessa vez vamos acompanhar tudo pelo ponto de vista da Rhiannon. Ainda não tive a oportunidade de ler, o lançamento do livro foi esse mês, apesar de ser a mesma história (ou quase) estou bem ansiosa para começar logo a leitura. 



Um dos mais inovadores autores de livros jovem adulto e o primeiro a emplacar uma trama gay na lista do New York Times, David Levithan retoma a sua mais emblemática trama em Outro dia. Aqui, a já celebrada história de Todo dia é narrada sob o ponto de vista de Rhiannon. A jovem, presa em um relacionamento abusivo, conhece A, por quem se apaixona. Só que A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Mas embarcar nessa paixão também traz desafios para Rhiannon. Todos eles mostrados aqui.


22 Comentários

  1. Nossa deve ser muito estranho acordar todos os dias em um corpo diferente. E até imagino quanto a relação de "A" deve ser complicada oi convencer que é a mesma pessoa. Deve dar uma boa contusão!
    Mas pela sua resenha achp que também ficaria chaveada de não ter uma explicação plausível sobre o porque isso acontece.
    Futuramente acho que vou ler esse livro.
    Bj
    camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O único ponto negativo do livro foi esse mesmo, mas de resto o livro é ótimo. Uma leitura muito boa e agradável!!

      Excluir
  2. Olá.
    Tudo bom?
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas senti pena de A, por ter que viver cada dia no corpo de uma pessoa e to aqui pensando em como ele vai viver esse amor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom?

    Li esse livro o ano passado e me apaixonei <3 Sabia que o final não poderia ter sido outro, mas o aperto no coração estava presente quando acabei de ler. É um livro tão lindo e, ao mesmo tempo, tão reflexivo. Realmente uma das minhas melhores leituras no ano passado.

    Agora fiquei ansiosa para ler a continuação. Lembro que, quando li o primeiro, só haviam anunciado que haveria um segundo. Agora que já publicaram, devo ir correndo comprar e ler assim que possível hahaha

    Obrigada pela dica, essa resenha ficou incrível!

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada do Levithan e esse é o único livro dele que tem me atraído a atenção. Sua resenha me deixo mais empolgada para conhecer o autor, apesar que essa parte de todo dia trocar de corpo ser um pouco repetitiva no romance com a garota.
    Mas vou encarar.

    Bjs,
    http://garotasdepapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Menina, esse livro foi aquele tipo de leitura que me atropelou. original, forte, quebrando paradigmas e com uma escrita tão bonita e forte que até hoje, três anos depois de ler o livro, ainda tenho carinho pela "A". Sua resenha me deixou nostálgica e estou com vontade d eler o livro novamente!!! ADOREI!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu li esse livro algum tempo atrás e confesso que não lembro direito da história, mas estou super curiosa para ler a continuação por outro ponto de vista, aí quem sabe eu me recordo de algumas coisas. Mas sei que foi uma leitura maravilhosa para mim!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiii
    Quando eu li o livro,fui atropelada pelas emoções que ele nos submete.
    Foi tão incrível,cheio de emoção. O autor foi maravilhoso em todos os detalhes.
    Fiquei imaginando o quanto é difícil a vida da “A".
    Também não gostei de não ter sido explicado o motivo de ela mudar de corpo.
    Espero ler a continuação logo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Já faz um tempão desde que li esse livro, mas ainda sou completamente apaixonada pelo A, e também torcia para que tudo desse certo. Estou doida para ler "Outro dia", e espero que ele seja tão bom quanto o primeiro ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem??

    Nunca tive muita vontade de ler esse livro, pois eu não conhecia o enredo e a capa não me chamava atenção... Mas a sua resenha mudou isso! A história parece ser muito bonita e tocante... Achei bem interessante a proposta e como ela deve nos fazer torcer cada vez mais pelo personagem!

    XOXO
    Umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie.
    Acredita que nunca li um livro do David?.
    Mas Todo dia é um livro que está na minha lista a muito tempo. A premissa é super diferente e encantadora. Acho que seria horrivel estar no lugar de A. Também sofreria com ele e torceria ao máximo pelo casal.
    Fiquei curiosa para conferir também a continuação.
    Ameiiiiii de verdade sua resenha

    http://www.colecoes-literarias.blogspot.com.br/2016/02/parceria-galera-record.html

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Concordo com você: Esse livro tem uma narrativa muito bonita.
    Foi o romance mais diferente que já li e em muitos momentos fiquei imaginando como era possível aquilo.
    E agora vai ter a continuação sob a perspectiva de Rhiannon e estou ainda mais curiosa!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Tenho visto alguns livros do autor, mas ainda não me interessei em ler. A resenha está bem escrita e expressa o que entrar e esperar da história que parece ser de um mix de emoções.

    Beijos
    Carla Fernanda
    http://livrosqueliblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Ainda não li esse livro, mas lendo a sua resenha eu lembrei que já li outra resenha dele há um tempo atrás e fiquei bem interessada. Já li outro livro do autor e gostei muito da maneira que ele escreve, das mensagens que ele passa e da sutileza que ele usa pra isso. Quero ler esse livro, foi legal lembrar dele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oiee
    Esse livro me deixa dividida, não sei se quero ler ou não rs.
    Fico pensando como seria isso de cada dia ser uma pessoa, no mínimo interessante. Por outro lado, já vi crítica quanto a isso de não dar uma explicação do pq ocorre isso e eu gosto de saber as coisas. Por isso não sei se um dia leio.
    Vou esperar pelo segundo livro.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Li esse livro logo no lançamento, não cheguei a favoritar, mas gostei bastante. Eu amei a premissa, o desenrolar da história. Mas aconteceu um fato curiosa comigo, um tempo depois caiu um conto nas minhas mãos com a mesma premissa desse livro, mas o conto havia sido escrito bem antes desse livro e é nacional. Achei super curioso isso, nem cogito a possibilidade de plágio, mas é interessante como as ideias estão no ar.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Esse livro é sensacional, a premissa é muito inovadora e diferente. Nem imagino como deve ser acordar cada dia em um corpo diferente e ter de convencer de que é você...
    O final realmente é triste, mas dá para entender porque...
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos,
    Every Little Book

    ResponderExcluir
  17. Oi!!!
    Preciso ler logo um livro desse autor...hahahahaha...das pessoas que conheço e que leram só falaram maravilhas dele..apesar de não ser o tipo de livro que eu gosto de ler,quero dar uma chance a ele e saber mais sobre A e tudo que ele/ela passa ao longo da estória :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/02/resenha-encontrada-carina-rissi.html

    ResponderExcluir
  18. Oie!!!
    O único livro que li do autor foi Will e Will, e como foi um livro com colaboração não posso ser unanime na decisão de dizer se gosto ou não dele. Tenho muita vontade de ler Todo Dia, me lembro que quando ele foi lançado a campanha de marketing foi bem forte, muitos blogueiros com gostos bem similares a os meus gostaram, por isso acho que posso gostar também.
    bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi Dani, tudo bem?

    Eu amo esse livro!! Acho que foi o segundo do autor que eu li, e achei simplesmente genial a ideia que ele teve e a forma como ele criou seu personagem. A forma como torcemos por "A" e desejamos a cada página ver o que ele terá que lidar, e achei essa busca por Rhiannon, a determinação dele, incrível e estou doida para ver o ponto de vista dela. O livro trás vários pontos para refletir, e tem vários quotes sensacionais.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  20. Ola lindona ainda não li nada do autor, mas confesso que essa sinopse e enredo me intriga muito, afinal um dia em cada corpo de uma pessoa diferente, deve nos levar a muitas reflexões, leio muitos elogios sobre a escrita do autor, quem sabe não começo por esse livro. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  21. Oioi...eu simplesmente amei esse livro :) Adoro a escrita do David acho ele incrível nas suas palavras e o romance é realmente lindo. O meu livro dele é todo marcado. Pois ele tem frases maravilhosas. Que bom que você gostou da leitura.
    Bjss

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!