Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada.O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar.Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira.Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade?A magia e aventura das Crônicas dos Caçadres de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.

Fantasia | 574 Páginas | Cortesia Galera Record | Skoob | Classificação: 5/5

Sempre me pergunto se esses grandes escritores possuem uma formula secreta, uma formula mágica para escrever um livro tão bom, para criar uma estória incrivelmente maravilhosa. E se dentro dessa formula mágica existisse todos os ingredientes necessários para a criação e o desenvolvimento de um bom livro. Alguns têm a chance de possuir essa formula, outros não. Mas Cassandra Clare, meus caros amigos, para a felicidade de todos, possui essa formula!


Cassandra Clare volta com mais um livro cheio de mistério, reviravoltas e aquele bom e velho romance. Em Dama da meia-noite conhecemos (ou voltamos a conhecer) Emma Carstairs, ela foi apresentada no primeiro capítulo do último livro de Os instrumentos mortais: Cidade do Fogo Celestial. Seus pais foram mortos durante a Guerra Maligna, desde então ela busca respostas  e encontrar o assassino dos seus pais. Todos acreditam que foi Sebastian Morgenstern que os assassinou, mas mesmo com a Clave afirmando ser culpa de Sebastian, Emma sempre duvidou e sempre seguiu investigando. Nessas investigações, ela fica sabendo de uma série de assassinatos ocorrendo em Los Angeles. Ao examinar a cena de um desses assassinatos, ela descobre que esses crimes estão ligados a morte dos seus pais. E ela não vai descansar até descobrir o autor de todos esses crimes. Mas no meio de tantas mortes e tantos perigos, surge um amor impossível; o que torna esse amor impossível é o fato de ir contra as leis da Clave, as consequências caso esse romance seja assumido seriam terríveis.   


“A lei é dura, mas é a lei”.


Após os acontecimentos da Guerra Maligna, um acordo foi estabelecido: O acordo da Paz Fria; esse acordo proíbe qualquer contato com o Povo das Fadas, tanto a da Corte Seelie ou Unseelie. Porém esse acordo não será um empecilho para Emma. Como a maioria das vitimas dos assassinatos tem sangue de fada, os Blackthorn fazem um acordo com as Fadas, isso sem o consentimento da Clave, claro! É nesse acordo que Emma vê sua chance de finalmente descobrir o que aconteceu com seus pais e por fim se vingar do responsável.


A narração aqui é feita em terceira pessoa, assim como os outros livros da Cassie. Ela explica cada personagem e nos apresenta também personagens novos. Em Dama da meia-noite podemos conhecer mais sobre os integrantes da família Blackthorns. Desses novos personagens, um que vale a pena ser mencionado é Cristina Rosales. Ela saiu do México para fazer um intercambio no Instituto de Los Angeles e foi uma pessoa essencial no decorrer da trama. 

O foco nesse livro também está voltado para Emma Julian. Amigos de infância e parabatais. É muito bem explicado sobre o relacionamento entre parabatais. A ligação que eles tem e o que tonar essa ligação tão especial. Mas o sentimento que ambos sentem aos poucos vai se tornando em outra coisa. Emma está confusa em relação ao que sente pelo Julian, enquanto ele sabe muito bem o que quer. Mas eles sabem que eles nunca poderão viver esse amor; há uma lei e ela é bem clara: 

É decretado que aqueles que passaram pela cerimônia parabatai são eternamente ligados pelos termos dos juramentos de Saulo e David, de Ruth e Naomi, não devem se casar, não devem ter filhos juntos e não devem se amar pela forma de Eros, mas como Philia ou Ágape [...]

É impossível não se envolver com esse universo criado pela Cassandra Clare. E mesmo com tantos livros sobre o mundo dos Shadowhunters, ela nos surpreende cada vez mais. Não é repetitivo nem cansativo. Na verdade é tudo muito bem desenvolvida, muito bem explorada. Essa nova trilogia para mim não será diferente de "Os instrumentos Mortais" ou "As peças Infernais". Cada página de Dama da meia-noite foi devorada, explorada e apreciada e, tenho certeza que os próximos livros também serão assim. 


Se você inda não leu nenhum dos seis livros da série “Os Instrumentos Mortais”, não desanime. É possível ler “Dama da meia-noite” sem ter lido nenhum dos livros da Cassandra. Nesse livro ela volta a explicar o que são várias coisas que alguns de nós já sabemos. Para aqueles que leram os livros servirá para relembrar algumas coisas e, para os leitores de primeira viagem saberão tudo que é importante sobre o mundo dos Caçadores de Sombras.

O que falar dessa edição? Ela está simplesmente perfeita; a capa holográfica é linda, confesso que fiquei alguns minutos admirando-a. Diagramação impecável, apenas um pecado que cometeram que foi a revisão (o que não atrapalhou em nada minha leitura). Há uma Guarda com um mapa de Los Angeles e dos lugares por onde eles passam. Nessa edição também contem um capítulo extra que tornou minha leitura ainda melhor.

Dama da meia-noite também traz várias referências a músicas, culturas nerd (amei 💜) e muitos outros, assim como um poema do Edgar Allan Poe. 


Em suma, esse é um livro recomendado para todos os fãs de "Os instrumentos Mortais" e "As peças Infernais". Se você tem vontade de iniciar a leitura, comece ainda hoje, o mais breve possível. Você pode começar por "Dama da meia-noite" ou pelos outros livros da tia Cassie, afinal são 3 séries, 10 livros e 15 contos. São muitas opções para começar. Então deixe o medo de lado, ou a preguiça, ou o que quer que te impeça de ler os livros e venha se aventurar nesse maravilhoso mundo dos Caçadores de Sombras. 



17 Comentários

  1. Oie
    Adoro livros da Cassandra, comprei esse na pré-venda, mas ainda não consegui ler. A pilha está enorme.
    Adorei a resenha. Fiquei mais ansiosa hehe
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Eu terminei esse livro ontem e já estou com aquela ansiedade para saber o que mais vai acontecer nessa história. A autora arrasou nessa nova série e gostei muito de tudo no livro, não teve nenhum ponto que me desagradou. Fico feliz que você também tenha gostado tanto da obra.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oioi! Tudo bem?
    Cassandra Clare arrasa mtooooooooo!
    Sou fã dela demais e estou louca pra ler A Dama da Meia Noite, capa perfeita!!!
    Adorei demais a arte do livro e esse mapa?? Babei demais.
    Bom deamis saber mais da historia aqui, fiquei mais intrigada com tudo.
    Claro que vou ler!
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  4. Olha eu fui no lançamento desde livro aqui em Brasília e confesso que não me atrai, fui mais pelos amigos mesmo que me pediram, pois não consigo gostar das coisas da Cassandra, quem sabe um dia. ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu estou com esse livro para meta de leitura e já li umas partes, e estou dando mais uma chance para a autora, já que tentei ler TMI e não consegui sair do primeiro livro rs gostei da resenha e pretendo mesmo ler! A capa é maravilhosa.
    Beeijos

    ResponderExcluir
  6. Oiii, tudo bem?
    Por mais que sua resenha tenha ficado incrível, não consigo ter vontade de ler esse livro de nenhuma maneira, o gênero não me atrai muito.
    Pularei a dica da vez.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu comprei o livro, mas ainda não consegui ler. Como já acompanhei toda a série da autora, esse foi um livro muito aguardado. O único problema é que vou ler e vou sentir aquela deprê pós-leitura, pois adoro cada um dos livros dela, e ainda não tem a continuação publicada! kkk
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Eu amei essa capa e me deu até vontade de voltar ler a série. Parei no terceiro livro de Instrumentos Mortais porque na época que eu li, era só trilogia e, de repente, a escritora lançou mais livros e eu fiquei perdida kkkk. Depois do seriado me deu vontade de ler também e essa sua resenha me fez lembrar como a Cassandra tem o dom. Vc tem toda razão.
    Obrigada por avisar que pode ler separado, mesmo sem ter lido os outros.

    Beijo, Mari

    ResponderExcluir
  9. Parece ser bem legal, mas por incrível que pareça eu ainda não li nada da Cassandra. Dela eu tenho Cidade dos Ossos e até hoje não me animei em pegar pra ler, não sei o que acontece. Capaz de rolar aquele clássico "Meu Deus, pq eu demorei tanto?" quando finalmente pegar pra ler, talvez não... hahaha.
    Amei suas fotos!

    ResponderExcluir
  10. Oie
    muito legal sua resenha, não tenho curiosidade pelo livro mas o pessoal elogia muito a série e tem um enredo interessante, infelizmente não lerei por agora

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii!!!

    Acredita que eu nunca li nada da autora? Mas é pq essa é Instrumentos Mortais são as obras mais famosas e não me atrai muito não. Maaaas como não amar essa resenha?
    Bem escrita e estruturada me mostrou todos os pontos da obra e eu gostei bastante! Não vou dizer que vou ler, mas adorei conhecer um pouco mais!
    As fotos estão lindas!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oie tudo bom??

    Que capa linda é essa ?? Ficou show!! Todas as capas dessa série são mais que lindas!
    Vi todo mundo surtar com a espera desse livro, mas eu não fui uma delas, porque não li mortal instrumentos! Simmmmm, não li AINDA. huhuhu.. está na lista.

    =)

    ResponderExcluir
  13. Oi

    nossa!!!! que resenha!!! amei!!!

    estou com esse livro para ler mas não consigo pegar nunca!

    sempre passou outro (mais fino) na frente!!!

    sua resenha me estimulou a ler logo...

    bjs

    ResponderExcluir
  14. A capa desse livro é simplesmente fantástica. Não tenho palavras para descrevê-la. Eu morro de curiosidade de ler os livros da Cassandra e quando recebi esse da Record me animei para ler. Entretanto, me falaram que quem não leu os anteriores teria grande dificuldade na leitura. Fico feliz que você deixou claro em sua resenha que não.
    Agora acho que eu vou lê-lo meio que já!

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  15. Ola´, tudo bem?

    Comecei a ler Cidade dos ossos, mas não curtir e abandonei. Mas toda a galera que eu conheço ama a série e tudo que a Cassandra escreve. E acho muito legal, pois percebo que cada dia tem mais jovens lendo, e muitos começando por estas séries. Mesmo não sendo minha praia, fico feliz que esteja deixando tantos leitores satisfeitos. A capa é linda e a resenha ficou ótima. Boas leituras.

    beijos!
    http://chalecult.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Já li Os Instrumentos Mortais, As Peças Infernais e o livro do Magnus, amo os livros da Cassandra mas ainda não tive a chance de ler A Dama da Meia-Noite =/, mas pretendo ler em breve. Amei a sua resenha, ela só me deixou ainda mais curiosa e ansiosa. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá!!!
    Eu resolvi me aventurar no mundo de Cassandra após ver a série Shadowhunters e me apaixonar, estou lendo ainda "Os Instrumentos Mortais" porém admito que a história de "Dama da Meia-Noite" me chamou muita atenção e espero logo poder lê-la.
    Parabéns pela resenha e até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!