Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 

Jovem Adulto | 408 Páginas | Editora Seguinte | Skoob | Classificação: 5/5

Ainda não tinha lido nenhum livro da Sarah Dessen, então não sabia o que encontraria lendo “Os Bons Segredos”. Porém fui surpreendida com um livro envolvente, com momentos emocionantes e reflexivos. “Os Bons Segredos” abordará temas reais e até polêmicos. Contará as dificuldades enfrentadas pelos jovens. O medo do futuro, os problemas familiares, problemas escolares, as inseguranças que todos os jovens sentem nessa fase da vida. Amei ler sobre isso no livro, poder ler sobre tudo que envolve a vida dos jovens: os traumas e as inseguranças, os medos enfrentados por eles, mas o mais importante que o livro mostra, é que não se pode desistir em meios a tantos problemas, não ter medo do futuro, ter coragem para enfrentar os problemas que surgiram e seguir em frente.

“Era isso. Ninguém era capaz de saber o que viria adiante; o futuro era a única coisa que jamais poderia ser destruída, porque ainda não tivera a chance de existir. Num minuto, você está andando sozinha pelo bosque escuro; no outro, a paisagem muda, e você enxerga. Enxerga algo maravilhoso e inesperado, quase mágico, que jamais teria encontrado se não tivesse seguido em frente. Como uma nova amizade, que parece antiga, uma lembrança que nunca vai esquecer. Talvez até um carrossel.”


O livro gira em torno de Sydney e sua família. Ela sempre viveu à sombra do irmão mais velho, ele sempre teve tudo o que queria, mesmo causando alguns problemas, seus pais ainda não enxergava e ele continuava recebendo as mesmas regalias, muito mais que Sydney. Até que um dia o jovem é preso por dirigir bêbado e atropelar um adolescente que acabou em uma cadeira de rodas. Isso fez com houvesse mudanças na casa de Sydney, tanto financeiramente como emocionalmente. Todas as regalias foram cortadas, seus pais mudaram completamente de personalidade. Eles nunca prestaram muita atenção na filha, já que toda a atenção ia para o irmão e, isso piorou ainda mais com a prisão. O objetivo dos dois agora é a liberdade do jovem, eles não medirão esforços para que isso seja feito. A prioridade deles agora é conseguir essa liberdade, isso faz com que Sydney se sinta ainda mais solitária dentro da própria casa. Diferente dos pais, ela entende que seu irmão precisa pagar pelo que fez, pela dor que causou ao garoto que foi atropelado e também a família do mesmo. Ela então decidi que precisa mudar de colégio; decidi que precisa de uma vida nova e de amigos novos. Nesse novo colégio ela conhece Layla e Mac, ambos são irmãos e membros da família Chatham; eles são donos de uma Pizzaria, um lugar que se torna o refugio de Sydney todas as tardes, após sair do colégio.

“Um fenômeno estranho acontece quando uma coisa deixa de ser um fato isolado para se tornar um hábito. Como se o problema já não fosse um visitante temporário, mas alguém que se mudou de vez para a sua casa.”


O melhor de ser ver em “Os Bons Segredos” é como a protagonista cresceu e o desenvolvimento dela desde o dia do acidente. Ela é uma pessoa cheia de medos e de inseguranças. O maior problema dela, é que ela é aquela pessoa passiva, que ouve tudo calada e não enfrenta ninguém, mesmo quando tem certeza que está certa. Por isso, ela muitas vezes, deixa suas vontades e desejos de lado e prioriza quem está a sua volta, principalmente seus pais e irmão.  E quanto mais isso acontece, mais ela sofre calada, sem poder ser ouvida ou compreendida pelos seus pais. E durante a leitura, sempre me perguntava que tipo de pais praticamente esquece que tem outro filho, que não percebe o quanto essa filha precisa deles, o quanto ela sente falta deles e o quanto os ama. E também ficava muito frustrada com a Sydney por se permitir ser assim, queria muito vê-la tomar um atitude, que ela enfrentasse seus pais, pelo menos uma única vez. Mas aí percebi que às vezes somos iguais a ela, olhando mais a fundo, percebi que eu sou assim, que muitas vezes coloquei as vontades dos outros acima das minhas; que em várias ocasiões ouvi calada, sem poder falar. Pude me espelhar na protagonista em muitos momentos e situações. Sydney é uma pessoa que erra, mas aprende com seus erros, que cai e levanta para poder fazer diferente da próxima vez. Aos poucos ela vai mostrando a seus pais o quanto é diferente do irmão e, que eles não precisam se preocupar tanto que ela cause os mesmos problemas que ele. Sydney é uma pessoa forte a sua maneira, que sabe lidar de forma incrível com todos os problemas da sua família.

“Apesar de as coisas serem sempre assim, senti um ímpeto de raiva inédito e repentino surgir dentro de mim. Primeiro ela me classificou como "resto"; depois, como "qualquer outra coisa". Eu sempre tinha sido a outra, a que não era Peyton. Já tinha até aceitado. Mas então finalmente conheci pessoas que me enxergavam de um jeito diferente. Agora que eu era real e estava em primeiro plano para alguém, nunca mais queria ser invisível.”



Outro ponto importante no livro é como a relação da Sydney com seu irmão vai evoluindo. Parece até que foi preciso que tudo isso acontecesse para que eles passassem a se conhecer. Lendo sobre tudo que ele aprontou e o que ele causou, o vemos como um delinquente, como uma pessoa que tinha tudo na vida e simplesmente as jogou fora. Entretanto, a verdade é outra. Por mais que suas atitudes sejam injustificadas, sua personalidade tem uma justificativa. E é muito bonito ver a Sydney conhecer verdadeiramente o irmão. O que mais amei também foi a família Chatham. Grande parte do amadurecimento da Sydney se deve a convivência com todos dessa família. E é durante as visitas a família, que nasce um romance super fofo entre Sidney e Mac.

“Quando nos vemos diante da coisa mais assustadora, só queremos voltar atrás, nos esconder no nosso lugar invisível. Mas não podemos. É por isso que o importante não é apenas sermos vistos, mas ter alguém que nos veja também.”

A obra é reflexiva e bem envolvente, de fácil leitura, muito bem escrita e fácil de amar. Devorei a história num pisar de olhos. Amei a escrita da Sarah. Sem dúvida lerei mais livros dela. “Os Bons Segredos” conquistou um lugarzinho especial no meu coração. Recomendo a todos!







27 Comentários

  1. Oie tudo bom??

    O Mac é a fofura do livro. Que garoto lindo! Ele tem tudo para cativar todos os leitores, super inteligente, toca em uma banda, é lindo e faz de tudo para a sua família, especialmente sua mãe, que tem esclerose múltipla. Ele trata a Sydney como ela merece, e tem aquele ar misterioso e romântico que eu não resisto.
    Acredito que o objetivo do livro é uma leitura fácil e despretensiosa. Capaz sim de nos tirar da realidade e nos jogar na vida da Sydney.

    =)

    ResponderExcluir
  2. Oie

    Fiquei com uma imensa vontade desse livro!
    Fico imaginando como se sente um filho quando os pais só tem olhos para o outro, deve ser uma barra mesmo.
    O que me chamou muito a atenção do livro foi o amadurecimento da protagonista, adoro quando isso ocorre. Vou colocar na minha lista de próximas leituras!

    bjs
    Fernanda
    https://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem?
    Que resenha incrível, é a primeira que vejo deste livro e de certa forma despertou muito meu interesse, anotei a dica e com toda certeza irei ler. Além do mais, suas fotos ficaram ótimas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Todo mundo ama esse livro depois que termina a leitura. Nao sei se o leria no momento, mas espero que isso aconteça mais pra frente ja que obras reflexivas fazem muito o meu estilo, mesmo nao gostando de personagens adolescentes.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena ler. Espero que Leia mais ora frente.

      Excluir
  5. O livro já estava na minha lista de desejados mas sua resenha me deu mais urgência de lê-lo, recomendo o livro da Sarah chamado "Just Listen", é meu favorito dela.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ouvi falar desse livro, é o próximo dela que vou ler.

      Excluir
  6. Sarah Dessen é uma autora muito elogiada, nunca tive oportunidade de ler um de seus livros, mas esse chamou muito minha atenção, principalmente em saber que aborta temas reflexivos, além de ter uma premissa maraaa.
    Recentemente li um livro com a protagonista com o nome Sydney e sinceramente já vou confiante nesse hehehehhe
    Enfim, tenho certeza que vou amar o livro e espero devora-lo assim como vc... Sua resenha ficou maravilhosa, e amei as fotos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Acho que sei de qual livro está falando. Tenho certeza que você vai gostar de ler Os Bons Segredos.

      Excluir
  7. Tô doida para ler esse livro. Me vejo um pouco na Sydney em alguns aspectos.
    A escrita da autora dizem ser muito boa mesmo.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Que linda resenha. Eu quero muito ler esse livro e adorei saber que gostou, e que ele se tornou especial para você. Adorei saber sobre a narrativa e crescimento dos personagens também.
    Saiu outro livro da autora recentemente, você viu?

    ResponderExcluir
  9. Oi Dani.
    Ainda não li nada da autora, mas vejo muitas resenhas positivas e tenho um pouco de curiosidade. Essa história realmente me chama atenção, com certeza, vou anotar a dica. ;)
    Ótima resenha.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Gosto muito da autora e esse livro gostei bastante de lê - lo.
    Ótima sua resenha.
    Bj

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito da premissa desse livro. Fiquei curiosa para saber como vai se dar essa redescoberta que Sydney fará do irmão. Parece ser uma narrativa muito bonita. Já está na minha lista.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  12. Oi, já tinha ouvido falar desse livro e gostei bastante da premissa, e achei bem legal os temas abordados e o fato da protagonista amadurecer e desenvolver ao longo da historia, acho bem legal quando isso acontece. Amei as fotos e a resenha e já vai para minha lista de desejados.
    bjus

    ResponderExcluir
  13. Esse livro não é daqueles que fazem totalmente meu gênero, mas desde o lançamento fiquei com vontade de lê-lo. Mas sabe como é, a lista tá grande por aqui e não dá pra ter tudo, então ele vai ficando pra algum dia. Mas sua resenha só me fez ter mais certeza ainda de que eu quero lê-lo.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  14. Oi Dani, de início achei o livro fraco, mas fui lendo a resenha e acompanhando sua reflexão junto com o desenrolar da história e de fato, ele parece nos levar a olhar para nós mesmos, e achei que é uma leitura bem válida, especialmente quando somos adolescentes, jovens que sempre passam por situações em que é preciso crescer e aprender a lidar com as mais diversas situações. Gostei muito do livro. Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Tudo bom?
    Adoro a Sarah <3 acho a escrita dela sensacional, e já tive o prazer de ler alguns livros dela, nunca deixa de me surpreender!
    Adoro os Bons Segredos, concordo com tudo o que vc falou! O amadurecimento da Sidney ao passar a conviver com a família do Mac, e todo o começo do romance deles me fez sorrir =D
    Adorei sua resenha
    Bjos

    ResponderExcluir
  16. Não tive o prazer de ler este ainda, mas ando encantada com as resenhas que já li e ainda estou lendo sobre o livro. Que bom saber que mais uma leitora aprovou o livro, e agora espero ler muito em breve e também gostar
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  17. oi

    poxa eu já estava querendo ler esse livro, agora fiquei com ainda mais vontade!!! vc não é a primeira pessoa que diz que é de fácil leitura e isso me conquistou....hehe

    ótima resenha!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oie
    muito legal a resenha, eu já tenho o livro aqui e adoro a autora, estou com grandes expectativas nesse livro, me identifiquei muito com a história e amo essa autora

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi Daniela, sua linda, tudo bem?
    Que linda a mensagem que o livro passa. Acho que mesmo não sendo mais adolescente, conseguirei me identificar com os personagens, pois todos já passamos por essa fase, todos temos problemas. Que bom que gostou tanto do livro e que a narrativa da autora é viciante. Será uma das minhas próximas leituras. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, quando esse livro lançou foi um alvoroço, todo mundo falava sobre ele e fiquei bastante curiosa para ler...mas até hoje não consegui.
    Adorei sua resenha...fiquei com ainda mais vontade de conferir a obra.

    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Só tive oportunidade de ler apenas um livro da Sarah e gostei bastante e tenho muita vontade de ler mais de seus romances que são sempre voltados para jovens com assuntos bem bacanas que contribuem na vida. Eu ainda não li esse livro mas sempre leio resenhas positivas e a sua é mais uma, adoro quando os personagens vão evoluindo, aprendendo e se impondo e ocupando seu espaço. Estou bem curiosa com essa história e espero ler e breve!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá,

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro e realmente parece ser excelente, gostei da sua resenha, expôs bem o que a história parece passar. Parabéns pelas excelentes fotos também.

    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Olá!!!
    Esse livro mexe bastante com o psicológico, pois realmente é difícil debater sobre pais negligentes com seus filhos.
    A premissa do livro aponta bem que o livro tocará nessa questão e que filhos muitas vezes encontram-se em casa quando estão com outras pessoas.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!