Mais um post sobre música aqui no blog. Dessa vez vou falar de uma das artistas que mais gosto, de músicas que amo e ouço até ficar com os ouvidos doendo: SiaSe você nunca tinha ouvido mesmo falar da cantora, agora é a hora.



Sia Kate Isobelle Furler é uma cantora, produtora musical e compositora. Ela é conhecida por todos como Sia. Durante a metade da decada de 1990, deu inicio a carreira como vocalista da banda Acid jazz Crisp. Em 1997 quando a banda se dissolveu, ela lançou seu album de estreia. Ela também lançou mais quatro albuns: Healing Is Difficult (2001), Colour The Small One (2005), Some People Have Real Problems (2008) e We Are Born (2010) Ela também lançou vários EP.

 Sia escreveu as canções "All I Need", "I Am", "Stronger Than Ever" e a emocionante "You Lost Me", ambas fazem parte do album Bionic, da artista Christina Aguilera, grande amiga de Sia. Em 2011, Sia foi convidada por Christina para ajudá-la no reality show The Voice, em que é treinadora vocal. Para aqueles que ouvem trilhas sonoras, devem se lembrar de que ela também teve uma participação na trilha sonora do filme A Saga Crepúsculo: Eclipse, com a canção "My Love". 



Em dezembro de 2011 o hit "Titanium", de David Guetta, foi lançado tendo Sia por intérprete. Em 2012, ela colaborou com o rapper Flo Rida em seu single "Wild Ones". Ainda em 2012, compôs o grande hit "Diamonds" para Rihanna. Outras artistas também preferem trabalhar com Sia; em 2013, Beyoncé lançou repentinamente seu álbum homônimo e sua canção principal de trabalho foi "Pretty Hurts".

 Após ganhar reconhecimento com hits como Wild OnesTitaniumShe Wolf  e em composições para BeyoncéKaty PerryChristina AguileraRihanna e outros, em 2014, Sia lançou seu 6º álbum de estúdio, intitulado 1000 Forms Of Fear, que pela primeira vez em sua discografia, atingiu o topo da Billboard Hot 200. O hit Chandelier lhe rendeu 4 indicações ao Grammy Awards.



Sia é dona de uma voz única e marcante, com uma rouquidão única. De uns tempos pra cá, ela adotou uma postura de se esconder da mídia, em diversos aspectos. Recusou-se a ser fotografada para entrevistas. Ela também passou a recusar promover seus materiais ou dar entrevistas, preferindo não se expor de nenhuma maneira, e passou a se vestir de preto e usar máscaras em suas apresentações. Sia acredita que sua voz é a parte mais importante de seu trabalho. Em uma declaração em seu Twitter, Sia diz “eu simplesmente gosto de ser uma voz“.






Deixe um comentário

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!