Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Jovem adulto | 304 Páginas |Editora Intrínseca |  Skoob |Classificação: 4/5 

Ps.: Ainda amo Você é o segundo volume de uma duologia que começou com “Para todos os garotos que já amei”. Assim como o livro anterior, amei a narrativa desse segundo livro. Jenny Han me conquistou com essa história linda e divertida.

Para os que ainda não conhecem os livros, em Para todos os garotos que já AmeiLara Jean escrevia cartas para todos os garotos que ela já amou na vida. Até aí tudo bem. O problema é que por engano essas cartas foram enviadas a seus destinatários. Depois de vários momentos constrangedores, as cartas voltaram para as mãos de Lara Jean. Até que por consequência ela se viu novamente apaixonada por um dos garotos. Eles passam um tempo fingindo estarem em um relacionamento. No entanto, o que Lara Jean não imaginava era que realmente sentia algo por Peter e o queria fazendo parte de sua vida. Portanto, em PS.: Ainda amo você acompanhamos o casal começando um relacionamento de verdade, com todos os medos e inseguranças que existe.

Lara Jean não é a garota mais popular do colégio, mas passa a ser notada após começar a namorar Peter. Já Peter é o garoto mais bonito do colégio. E ainda existe a ex-namorada do rapaz que faz parte da vida dele de uma forma que Lara Jean não consegue entender. Entre o medo de ver seu coração quebrado por Peter, a insegurança que sente, o medo de amar, a saudade que tem da irmã mais velha, a preocupação com o pai, e as responsabilidades com a irmã mais nova, Lara ainda precisa enfrentar  o bullying cibernético envolvendo um momento íntimo entre ela e Peter. Em meio a tantos dramas vividos pela jovem, Lara vai crescendo como pessoa, começando a deixar os medos e inseguranças de  lado e aprendendo a se valorizar mais. 


Adorei a narrativa da autora. Embora tenha me estressado em alguns momentos com a protagonista. Lara por várias vezes é uma menina muito insegura, que não confia totalmente em Peter. E o pior, não consegue deixar de lado a ex do rapaz. Não sei quantas vezes me vi gritando com o livro, para ver se por um milagre as coisas de alguma forma mudassem. Era um pouco chato ver a Lara Jean sempre se comparando a Genevieve, pensando nela em todos os momentos que estava com Peter. Tinha momentos que eu começava a falar: “Minha filha, para de pensar nessa garota e vai viver sua vida”.  Mas tirando esse detalhe da história, P.S.: Ainda amo Você foi uma leitura muito agradável. Ainda que eu prefira o primeiro livro, o segundo não deixa nada a desejar.

Lendo, vamos acompanhando essa fase que querendo ou não todos nós já passamos. Todos os medos que sentimos quando somo jovens, o ciúme, a insegurança, dramas familiares, o bullying  que muitas pessoas já sofreram.

Jenny Han nos apresenta novamente uma obra divertida, envolvente, emocionante e muito fofa. É um livro sobre crescimento, amor e aprendizado. RECOMENDO! 





Deixe um comentário

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!