3 de janeiro de 2017

[Resenha] Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn

Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 

Romance de época | 304 Páginas | Editora Arqueiro Skoob | Classificação: 5/5


SÉRIE "OS BRIDGERTONS"

3. Um Perfeito Cavalheiro
4. Os Segredos de Colin Bridgerton
5. Para Sir. Phillip, Com Amor
6. O Conde Enfeitiçado
7. Um Beijo Inesquecível
8. A Caminho do Altar
9. E viveram felizes para sempre


“Ela deu um passo para frente e ele soube que sua vida havia sido mudada para sempre.”

Em “Um Perfeito Cavalheiro”, terceiro livro da série Os Bridgertons, o leitor conhecerá Sophie e Benedict. Sophie é a filha bastarda de um conde, o que não significa quase nada para ela; já que mesmo sendo filha de um conde, ela nunca seria tratada como tal, ou seja, ela sempre pertenceria mais a escória do que da nobreza. Mesmo assim, ela ainda teve a chance de gozar de alguns privilégios durante sua infância. No entanto, isso muda depois que o conde decidi se casar novamente. Sua madrasta simplesmente a detesta, assim como suas irmãs. Tudo o que Sophie queria – nem que fosse por pelo menos um dia – era a chance de viver como uma jovem qualquer, sem precisar trabalhar tanto, como se fosse uma escrava.

Benedict sabe que todos o veem como mais um Bridgerton e também um bom partido para as mães desesperadas por casarem suas filhas. Como ele é o segundo na família, não tem direito a nenhum título. Ele só queria que as pessoas olhassem além de seu sobrenome. Tudo muda no momento em que ele conhece uma misteriosa dama em um dos bailes realizado em sua casa. A jovem misteriosa o faz sentir pela primeira vez que finalmente encontrou a parte de sua alma que estava perdida. Pela primeira vez na vida ele senti que encontrou a pessoa certa para viver ao seu lado pelo resto da vida e ser tão feliz quanto seus pais um dia fora. Mas antes que pudesse descobrir a identidade da dama, ela acaba fugindo da festa. Ele passa a procurá-la, só que a vida tem outros planos para eles e faz com que o casal só se reencontrem novamente depois de três anos.

– Essa noite eu estou transformada - sussurrou ela. -Amanhã, eu desaparecerei.
Benedict a puxou para perto e deu um beijo breve e suave na sobrancelha dela.
– Então teremos que fazer uma vida inteira caber nesta noite.


Se você percebeu uma certa semelhança com a história da Cinderela, saiba que você está certo. O livro é uma releitura da tão famosa história que conhecemos e amamos. Se já amava os livros anteriores, esse amor aumentou depois que li esse livro. Julia Quinn tem um jeito único de escrever seus livros, o que faz com que seja impossível largá-los sem antes ler a última palavra deles. Aqui, Julia usou como inspiração alguns detalhes de Cinderela para contar um pouco da história de Sophie. A jovem teve uma infância muito solitária e infeliz por ser quem é, e piora ainda mais por ter que morar sob o mesmo teto que a madrasta e suas filhas. Mas é quando encontra Benedict que a vida de Sophie se enche de cores. Benedict é tão encantador e cavalheiro que me vi perdidamente apaixonada por ele. 

– Eu quero… – A voz dele virou um sussurro, e seus olhos pareceram vagamente surpresos, como se ele não conseguisse acreditar nas próprias palavras. – Eu quero o seu futuro.Cada pedacinho seu.

Mesmo tendo se passada tantos anos desde a noite do baile, ainda vemos como o rapaz continua amando e esperando pela dama misteriosa, sem nem ao menos imaginar que ela se encontra tão próxima a ele. Mas, mesmo esse amor tendo sobrevivido ao tempo e a distância, ainda existe um empecilho que separa o casal: a condição de vida de Sophie. É inaceitável que um homem na posição dele se case com uma mera serviçal. A sociedade simplesmente não aceitava. É aí que você começa a torcer pelo casal; torcer para que eles joguem tudo para o alto, que esqueçam dos outros e pensem somente neles e no quanto eles se amam e desejam ficar juntos.

– Você é o motivo pelo qual existo. O motivo pelo qual eu nasci.

Um Perfeito Cavalheiro” foi um dos melhores livro da série. Foi impossível não me apaixonar pela história e pelo casal – principalmente pelo Benedict. Não vejo a hora de poder ler todos os livros e continuar a me apaixonar pelas histórias de amor vividas pelos integrantes dessa família que tanto amo. E, ver mais desse dois que conquistou meu coração.



19 comentários:

  1. Olá
    Adoro a escrita da autora e sou bem suspeita em comentar, mas sempre recomendo muito os seus livros e essa série é maravilhosa. Adorei poder conferir suas impressões a respeito, e claro, matar um pouco a saudade dessa ambientação e personagens. Também acho que foi um dos melhores da série sim.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oiee, como não amar essa série não é mesmo? Os livros da Julia são um amor, e um perfeito cavalheiro é um dos meus preferidos, toda essa pegada de cinderela e amor proibido me fez suspirar pelo casal!

    Bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu nem fazia ideia de que esse livro era uma releitura e só fui perceber as semelhanças com a Cinderela quando você comentou e adorei! Eu já queria conhecer essa série antes pela repercussão que ela tem, agora ainda mais. Adorei saber a sua opinião.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  4. Descobri a Julia Quinn ano passado e agora é amor pra vida inteira, porque quero ler TODOS os livros dela. Adorei esse enredo aí, baseado em um amor entre classes sociais diferentes. Já me vejo suspirando!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Quanto mais eu leio romances de época mais eu percebo que preciso ler todos kkkkk. Bom para mim todos os livros da Julia são ótimos, o do Benedict é o mais dramático, mas não é por isso que deixa de ser bom. A releitura de Cinderela foi perfeita! Uma ótima resenha a sua.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Nunca li nenhum romance de época, mas este ano estou decidida a mudar isso, já comprei essa série e quero começar a ler logo. Adorei saber que tem certa semelhança com Cinderela, esse ingrediente que faltava já me fez ter certeza que vou amar.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler essa série de livros da Julia Quinn e pretendo saná-la em breve (basta adquirir os livros, o que é dificil! ) então li a resenha apenas por cima! Não gosto de saber as coisas que acontecem antes de ler o livro T-T

    As fotos são lindas e o seu modo de postar é muito agradavel de ler. Gostei!!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?
    Sou super suspeita para comentar sobre essa série, já que sou completamente apaixonada pela escrita da Julia! Confesso que ainda preferi, ao contrário de você, o volume anterior, mas, não tem como não se afeiçoar a essa releitura de Cinderela (meu segundo conto de fadas favorito). Continue acompanhando a série, ela é maravilhosa! Adorei sua resenha e fotos!


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  9. Essa série é maravilhosa, eu ainda não li nenhum dos volumes iniciais e me encantei ao saber que esse é uma releitura de Cinderela. Estou ansiosa para poder me apaixonar por esse protagonista tão romântico e encantador. Tenho o livro aqui e já vou pegar para ler. Amei a resenha <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  10. Foi uma bela releitura de Cinderela. O casal me agradou cheio, aliás, os Bridgestons são ótimos. Gosto muito de ver. Interação existente entre os irmãos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Como assim? Não lembrava de saber que era uma releitura de cinderela. Nunca vi citarem isso em uma resenha, ou realmente esqueci. Que demais! Adoro romances de época, mas saber que é uma releitura me deixa ainda mais empolgada.
    Ainda não iniciei essa série, mas está na meta! Adorei sua resenha, me deixou bem ansiosa para pegar o primeiro livro e já fazer isso.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  12. A única releitura que gosto de Cinderela é a que está no livro Feitiço (2º Livro da Saga Encantadas) e acredito que essa história não me tocaria, não gosto muito da escrita da autora. Mas fiquei encantado com suas impressões, você soube passar tudo sem dar spoilers.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro se tornou um dos meus preferidos até agora (estou no quinto). Amo a forma que a autora traz para cada personagem motivos para ter que se apaixonar ou não, é nesse caso, amei como ela conduziu a aproximação dos dois. Se bem que teve umas partes da narrativa que queria estrangular Banedict, hahaha, mas a leitura vale muito a pena.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Esse é o próximo livro da série que lerei também. Só de saber que se trata de uma releitura de Cinderela eu já me apaixonei, já que amo essa história. Fiquei bem interessada na maneira que a Julia vai realizar essa releitura e já estou torcendo pelo casal conseguir passar por cima desse grande obstáculo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Estou com a série na estante só esperando para ser devorada!!
    Desconhecia o fato de que esse terceiro volume é uma releitura de Cinderela e fiquei ainda mais intrigada após saber desse fato.
    A premissa é bem interessante e adorei saber que é um dos melhores volumes da série.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Adoro releituras e não sabia que esse livro da Julia Quinn fazia uma assimilação com a história da Cinderela. Isso só aumenta minha vontade de ler os livros da Julia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Já ouvi muito sobre esses livros, mas nunca tinha tido vontade de ler nenhum. Até agora. Gostei bastante da sua resenha e de conferir suas impressões. O jeito que você descreveu o livro me fez desejá-lo.
    Não sabia que este volume era uma releitura de Cinderela e esse fato foi o que mais me chamou a atenção.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu não posso ler a série Os Bridgertons agora. Sei que todos falam muito bem, mas é questão de vibe mesmo. Porque se eu começar a ler essa série, vou atrasar as que são de parceria. O que me incomoda mesmo é só esse drama que permuta de um livro a outro. Mas vi que chegou ao fim. O mais legal de tudo é saber vê que o personagem espera por essa dama misteriosa após anos.
    Dessa vez que passo a leitura.
    Beijos, Amanda M.

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Acho que sou a única pessoa da Terra que não leu esses livros ainda, e olha que tenho eles aqui em casa! fico feliz em ver que você gostou dele e que continua recomendando, e melhor ainda que esse para você foi um dos melhores da série. Estou bem ansiosa para conhecer a história dessa família que todo mundo ama. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo