Stark McClellan tem 14 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem.
Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.

Romance | 304 Páginas | Editora Gutenberg | Skoob | Classificação:  5/5 


Conheci esse livro através da Pam Gonçalves, isso já faz uns dois anos. Tinha lido a resenha que ela escreveu, e depois disso, fui correndo comprar o livro. Minhas expectativas em relação a ele eram altíssimas. Felizmente, mais uma vez, não me decepcionei.

Minha metade silenciosa contará a história de Stark McClellan, um garoto de 13 anos, mas que é muito alto. Stark nasceu sem uma das orelhas e por conta disso ele sobre muito bullying. A única pessoa que o defende é seu irmão, Bosten. Os dois são muito unidos. É aquele tipo de relação que causa inveja; é uma relação de amor profundo. Se não bastasse todo o preconceito, os irmãos ainda sofrem nas mãos daqueles que deveriam protegê-los. Seu pais são duas pessoas, que sinceramente, não deveria sequer existir. Stark e Bosten sofriam muito, tanto psicologicamente como fisicamente. Para terem uma ideia do qual horrível era a relação com os pais: Um dia, Bosten foi defender o irmão de uns garotos, mas, quando chegou em casa, ele apanhou muito. E os castigos? MEU DEUS, pior do que as surras.  

"Minha mãe e meu pai nunca nos quiseram. Eu. Bosten. Especialmente eu. Eu era uma lembrança de tudo o que estava errado. Mas Bosten veio antes e pagou por mais tempo. Ele fez as contas. As coisas não mudam quem você é. E as coisas não apenas acontecem. Senti- me besta por chorar.Eu podia ter chorado em mil outras ocasiões antes."



Quando comecei a ler o livro, eu não consegui mais parar. Foi uma surpresa MARAVILHOSA para mim. Não sabia que gostaria tanto assim dele; que me emocionaria tanto com os sofrimentos vivido pelos personagens, ou o quanto me revoltaria com os pais dos meninos. Quanto mais lia, mais encantada ficava com a narrativa, com a profundidade da história. As partes mais intensas do livro acontece depois que Bosten desaparece de casa após mais uma briga com o pai. Stark não pensa duas vezes antes de sair a procura do irmão. E, é durante essa busca que acontece muitas coisas ao garoto. Há partes pesadas e palavras fortes no livro. O que mais me emocionou foi a relação de Stark e Bosten. Eles são muito apegados, se amam acima de tudo, defendem um ao outro de qualquer coisa e de qualquer um. Foi lindo ler tudo o que Stark pensava do irmão. Chorei muito!

"Sempre que Bosten me chamava de Palitoso eu sabia que ele estava planejando alguma loucura. Era nosso código, a única coisa que nossos pais ainda não tinham descoberto."


Outro personagem que de certa forma é importante na histórias, é a tia dos garotos. Ela é encantadora. Conquistou meu coração. Há também dois irmãos, gêmeos, que se tornam grandes amigos de Stark e Bosten. E não podemos nos esquecer de Emily, outra grande amiga de Stark, uma das pessoas mais importantes na vida dele.

Um detalhe que eu amei nessa edição, foi que a Gutenberg retirou a orelha esquerda do livro. Sensacional essa ideia! A capa é outra parte que adoro.
A diagramação também é um pouco diferente. No livro, você encontrará  espaços entre as letras durante alguma frase. Como se fosse o modo como Palito (Stark) escuta.

Minha metade silenciosa entrou para fica na lista de favoritos. Não sei bem como expressar meu carinho e amor por essa obra. Essa história e seus personagens ficarão comigo para sempre. 



16 Comentários

  1. AMO O LIVRO COM TODO O CORAÇÃO
    Stark ficou marcado em mim, foi comovente como o tema foi tratado, da união dos irmãos, a inocência de alguns e a mudança de outros. Foi uma das melhores leituras do meu ano. A tia deles deveria ser eternizada!
    Seu blog é encantador, estarei te seguindo. Grande abraço.

    www.clicheimperial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é maravilhoso. Concordo com você em relação a tia deles. Melhor pessoa!

      Excluir
  2. Menina que história incrível, e que lendo sua resenha meus olhos já encheram de lágrimas, pelo o que esses dois devem ter passado. Mesmo com todo o destino tentando os derrubar, eles pegaram isso como experiência e mais do que isso, um se apoiaram no outro. Uma grande lição sem dúvidas. E que pais esses, não?
    E sobre a diagramação adorei a ideia, deixa tudo mais real e profundo também.
    Trouxa do Livro

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Eu já ouvi diversas resenhas sobre Minha Metade Silenciosa, mas assumo que nunca peguei o livro para ler. Agora que li sua resenha, fiquei ainda mais com vontade. Vou procura-lo em alguma livraria. Espero gostar tanto quanto você.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  4. Oie

    Esse livro me surpreendeu muito, peguei pra ler na curiosidade e fui fisgada pela leitura.
    Achei fantástico a ideia da orelha do livro e também os espaços como se fosse Palito escutando.
    Uma das melhores leitura do ano.

    bjs
    Fernanda Y.
    Pacote Literário

    ResponderExcluir
  5. deve ser uma história linda e tocante... não é muito minha vibe, confesso...mas não descartaria a possibilidade de lê-lo algum dia... bom que suas expectativas com ele foram satisfatórias ^^
    e que capa bonita, adorei os tons usados nela...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  6. Já li várias resenhas a respeito desse livro, todas positivas! Ainda não consegui parar para lê-lo, mas a vontade é grande!

    Bj
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Este livro é ótimo, e não foi por acaso que foi para os seus favoritos, assim como foi para a minha. Achei muito bom o detalhe que a editora deu para a fala de Palito, deixando o leitor a impressão de estar na frente do personagem. Pelo menos foi assim comigo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Que bom que mesmo com a expectativa alta o livro te agradou, porque também o conheci através de indicação, quando fui a um evento de blogueiros e nos pediram para indicar a melhor leitura do ano e vários disseram Minha metade silenciosa. Claro que comprei rapidinho, mas ainda não consegui ler. Adorei saber que é o tipo de leitura que fica com a gente pra sempre, são os melhores livros.

    ResponderExcluir
  9. Pra ser sincera, não conhecia nada desse livro (nunca tinha ouvido falar), mas a resenha me deixou com vontade de ler, acho que ele vai acabar indo pra meta desse ano =)

    ResponderExcluir
  10. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu já vi esse livro antes e alguns elogios a ele. Não estou mais na vibe de ler jovem adulto pela preguiça alheia e porque estou focada na fantasia. Mas essa parece uma boa leitura. Só não sei se leria no momento pelo timing. Mas que bom que tu gostou.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  11. Oi, Dani!
    Já faz tempo mesmo que esse livro foi lançado pela Gutenberg e acho que me lembro da indicação da Pam também; até me chamou um pouco a atenção à princípio, mas meio que não é o meu estilo mais frequente de leitura e acabei deixando passar por todo esse tempo. Que bom que você gostou tanto, é lindo ver um livro nos cativar assim! Tratando-se de uma relação entre irmãos, ainda, é um tema bonito de se ver na literatura, essas questões mais familiares são sempre uma boa pedida quando se quer algo mais denso para ler, acredito. Talvez pense em lê-lo um dia, sim. Valeu a dica de novo!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
  12. Parece uma história comovente abordando a relação entre irmãos. Não conhecia o livro ainda, preciso ficar mais atenta nos livros da Gutemberg. Aliás, adorei a sacada de retirar uma das orelhas do livro, acho muito bacana quando quando o objeto livro condiz com a história de alguma forma :)


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  13. Já conhecia a obra, mas confesso que nunca tinha parado para ler sobre, nem conferi nenhuma resenha. Que história triste e emocionante, acho que eu morreria de raiva desses pais também. Fiquei curiosa para saber como tudo se resolve, quase comprei a obra em uma promo ano passado, mas achei que ia ficar parado na estante que nem tantos outros e desisti. Agora me arrependo muito. :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oii, acho que vi a mesma resenha. Bom achei a premissa muito bacana e fiquei bem curiosa e interessada em saber como vai ser a vida desses irmãos.

    beijos

    ResponderExcluir
  15. Já vi o livro em outros lugares mas é a primeira resenha que leio que me deixa na maior vontade de arriscar a leitura. Pelos seus comentários, me pareceu uma história que merece ser lida - e que é mais do que provável que entre na minha lista de queridinhos também.
    Está na lista de próximas compras!!!!
    Espero curtir pelo menos um tantinho quanto você :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!