Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

Terror | 96 Páginas | Editora Suma de Letras | Skoob | Classificação: 5/5

Finalmente consegui ler esse livro! Não costumo ler muitas histórias de terror. Mas desde o ano passado, comecei a me arriscar mais com esse gênero. Esse é um livro que estava na minha meta de leituras desde o ano retrasado. Quando li a primeira resenha dele, fiquei empolgadíssima com a ideia de lê-lo. Não conhecia muito sobre a obra e nem sobre o autor, mas conforme lia as resenhas e comentários dos leitores, sabia que não me arrependeria da escolha. 

De inicio não sabia que o livro consistia em vários contos. Para mim, era um texto corrido. O Vilarejo é composto por sete contos, que ocorrem no mesmo vilarejo. Cada conto faz alusão a um dos sete pecados capitais: Asmodeus (luxúria), Belzebu (gula), Mammon (ganância), Belphegor (preguiça), Satan (ira), Leviathan (inveja) e Lúcifer (soberba). Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld classificou esses demônios e de acordo com ele, cada um dos demônios, os Sete Reis do Inferno, era responsável por invocar um pecado capital nos seres humanos. É a partir desse estudo que Raphael Montes dá vida as histórias envolvendo os moradores desse pequeno vilarejo. 



Assim que iniciamos a leitura, o autor se apresenta como o tradutor desses contos que foram doados a um sebo pela neta da antiga dona. Cada conto pode ser lido em qualquer ordem. Cada um foca em um demônio e num pecado. Cada conto está direta ou indiretamente lidado. Como todos os personagens moram no mesmo vilarejo, cada um participa, mesmo que indiretamente da história do outro. Essa ligação foi uma das coisas que mais gostei no livro.

Logo no primeiro conto, tive a certeza que seria uma leitura maravilhosa. A narrativa é fluida, instigante e apavorantes. Cada conto acompanha uma ilustração que serve para enfatizar o quanto horrendo é as histórias. Ao passo que avançava com a leitura, fui percebendo o quão horrível o ser humano pode ser. Raphael Montes  mostra claramente como o ser humano pode ser podre; como ele pode ser mesquinho, cruel, invejoso e ganancioso. No começo do livro o autor faz uma citação: “O caráter do homem é o seu demônio”. Quando estava lendo, me passava pela cabeça como uma pessoa pode ser tão desprezível. Mas aí, quando parei e pensei melhor, percebi que lá no fundo não somos diferentes. Que se nos víssemos a meio a fome, a guerra, faríamos qualquer coisa para sobreviver e nos mantermos seguros. Em cada conto sentimos nojo, desprezo e raiva. O autor narra cada morte, cada violência, cada pensamento de uma forma maravilhosa, que não conseguimos parar de pensar, de formar as cenas nas nossas mentes.

Não poderia ter feito escolher melhor do que esta. É um livro incrível, fácil de ser lido, muito bem escrito e horripilante. Mas acima de tudo, O Vilarejo é mais que um livro de terror, é uma obra que retrata a podridão humana e descrever o pior da humanidade. 





34 Comentários

  1. Se voce gostou dele, recomendo que leia Dias perfeitos, também do Raphael, o autor conseguiu ser ainda melhor. Definitivamente é um dos melhores autores brasileiros da atualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.

      Já está na minha lista esse livro. Vou ler no próximo mês.

      Excluir
  2. Oi!
    Li esse livro já faz um tempo e adorei. Raphael Montes escreve de forma majestosa.
    Suas histórias trazem uma profundidade de sentimentos e conflitos internos. Suas histórias são horríveis e ao mesmo tempo verdadeiras.
    Recomendo que leia "Jantar Secreto". Muito bom!!!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Obrigada pelo comentário. Estou pretendendo ler "Jantar Secreto" esse ano ainda. O mais rápido possível.

      Excluir
  3. Oiii,

    Este livro não faz muito meu estilo, não gosto de livros de terror rs, mas a história parece ser bem interessante e fico feliz por você ter saído da sua zona de conforto e gostado do estilo rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.

      Também não gostava, mas depois desse livro, passei a me interessar mais por esse gênero.

      Excluir
  4. Oie!
    Que livro maravilhoso, né?!?!
    Pena ser tão curtinho. Li ele no ano passado e pretendo ler de novo algum dia. Agora estou louca pelo livro "Jantar secreto" do Raphael.
    Adorei a resenha.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.
      Sim, é mesmo. Não acreditei quando vi que só tinha 96 páginas. Queria muito mais histórias sobre as pessoas do vilarejo.

      Excluir
  5. Ola, li tantos elogios ao livro,que preciso ler, mesmo não sendo meu gênero favorito, as ilustrações estão lindas, vou sair um pouco de minha zona de conforto e me aventurar nesse vilarejo. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.
      É sempre bom sair um pouco da zona de conforto e descobrir novos gêneros. Espero que leia e goste.

      Excluir
  6. Oie! Tudo bem? Não sei por que, mas desde que eu conheci o livro ele não me chamou a atenção, mas fico feliz que tenha gostado da leitura, e não sabia que ele contava a história por assim sobre os demônios em relação aos sete pecados capitais, vou indicar ele para um amigo que tenho certeza que irá gostar da leitura!
    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho bastante interesse em ler esse livro, embora eu não curta ler contos. (descobri isso agora também, haha)
    Mas adorei que ele aborda os pecados e também tô tentando ler mais desse gênero.
    Fora que é nacional, né?
    Espero poder ler em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz que tenha me interessado. Leia sim, você vai adorar!

      Excluir
  8. Oiee, confesso que não sou fã do genero, mas depois dessa resenha não tem como não querer ler a obra, fiquei muito curiosa e os comentários só me instigaram mais!

    bjs jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Também não era muito fã de livros de terror, mas estou buscando ler mais desse gênero.

      Excluir
  9. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas fico contente que tenahs gostado assim tanto e que o tenhas percebido logo de inicio! :)

    EU não lerei por não gostar de contos ou de terror, mas para o género acho ótimo que seja horripilante e que seja uma leitura de fácil leitura! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Ahhh fomo eu quero ler os livros do Rafael Montes! Cada resenha me deixa mais curiosa. Dias Perfeitos também tem uma premissa muito interessante. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.

      Acredito que "Dias Perfeitos" seja tão bom quanto esse. Estou ansiosa para ler.

      Excluir
  11. Olá, Dani!
    Esse livro é fantástico *-* Sou fã do Raphael <3 Ele sempre arrasa! Esse livro foi uma das melhores leituras em 2016 para mim haha Ótima resenha!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nathália!

      Eu vi que você colocou o livro como uma das melhores leituras de 2016. Ele é mesmo fantástico. Quero muito ler os outros livros do autor agora.

      Beijos.

      Excluir
  12. Uaaaaaaaaaau! Amei sua resenha, e já ouvi falarem bastante desse escritos mais ainda não li nada dele. Apesar de não gostar do gênero e morrer de medo de ler esse tipo de história estou muito curiosa, depois dessa resenha. Será que leio? HAHAHAHAHAHAHAH

    Beijos

    www.entrelinhaseparagrafos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.

      Também morria de medo de ler um livro de terror. Por isso, estou começando aos poucos, rsrs.

      Excluir
  13. Oie!
    Eu ainda não li esse livro, mas conheço a narrativa do autor e só posso dizer que é ótima!
    Nossa, eu não conseguia parar a leitura por nada do livro que li, e o livro me surpreendeu muito!
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Não curto livros de terror, retratando a podridão humana e mostrando o pior que existe na humanidade, aí é que não chego perto mesmo. Li um livro do autor, Dias Perfeitos, e o achei extremamente talentoso, ao mesmo tempo que descobri que os livros dele não são para mim, quase vomitei enquanto lia. Prefiro histórias mais leves, passo a dica.

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem? Também não costumo ler coisas do gênero e igualmente a você resolvi tentar me arriscar. Esse ano prometi que leria livros assim e O Vilarejo é um dos primeiros da minha lista, fico feliz de ler sua resenha e que tenha achado o livro incrível. Ótima resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Não gosto muito de livros de terror, acho que mais por falta de costuma de ler mesmo, e também não costumo ler contos. Mas achei esse muito interessante, é bom para refletirmos no que o ser humano pode virar em situações de catástrofes e realmente pensar em como não somos tão diferentes dos personagens mesmo.

    Abraços, Lara.
    Psiu, Vem Ler!

    ResponderExcluir
  17. Não sabia que o livro era tão curto e nem que eram contos, achei interessante a ideia de ligar os pecados capitais a demônios, vou baixar no kindle pra ler e ver se gosto. Raphael Montes é extremamente elogiado pelo público, estou lendo Jantar Secreto dele no momento.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  18. Olá, assim como você não sabia que o livor tratava de contos, e não de uma mesma história. Gostei por ser curto e os contos discorrerem na mesma localidade, isso torna a leitura ainda mais gostosa. Espero gostar da leitura, pois vou buscar comprar na Amazon. Raphael sempre nos traz boas histórias.

    ResponderExcluir
  19. Esse foi meu primeiro contato com a escrita do autor, li o livro no início do ano passado e adorei. Mês passado li Jantar Secreto, e recomendo muito, a escrita do Raphael evoluiu absurdamente.
    Eu adorei o final de O Vilarejo e a conexão dele com um dos contos, um dos meus preferidos, alias. Só acho que os contos devem ser lidos na ordem, na maneira em que se encontram, acho o impacto maior e as aparições vão fazendo mais sentido.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bom?
    Adoro obras assim onde o pior do ser humano é retratado de forma clara, crua. Se é super bem escrito e fluido, como você disse, melhor ainda! O único problema, que faz com que não leia esse livro é o fato de eu ser extremamente medrosa. Não me arriscaria com uma obra apavorante, não por enquanto rs, então, por hora passo a indicação. Confesso que se não fosse por isso a leria, sua resenha me deixou super curiosa!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Morro de inveja de todo mundo que já leu Raphael Montes porque eu não posso ler terror (medrosa sim), mas queria muito conferir o trabalho dele que o pessoal tanto elogia :(
    Preciso tomar coragem, mas enquanto isso eu compro o livro pro meu irmão hahaha amei a resenha!
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Parabéns pelo trabalho de divulgação do Raphael Montes.
    Não sou muito fã de contos,mas falam super bem desses.
    Mesmo Sendo tao curtinho, espero poder ler e gostar como você.

    ResponderExcluir
  23. Tenho muita vontade de ler os livros desse autor, especialmente esse que tem tantos comentários positivos!

    E de fato... pensando no que você disse, nossos monstros somos nós mesmos =3 que bom que a leitura a surpreendeu!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  24. Eu já vi a capa desse livro em vários lugares, mas sempre que leio a palavra "terror" fujo que nem galinha assustada. Mas pela sua resenha não parece ser TÃO ruim assim. Fiquei bem curiosa.
    Gostei bastante da resenha.
    Bj bj
    Um Leitor No Oceano

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!