7 de fevereiro de 2017

[Resenha - Filme] Resident Evil 6: O Capítulo Final

Direção: Paul W.S. Anderson
Roteiro: Paul W.S. Anderson
Elenco: Milla Jovovich, Ali Larter, Iain Glen, Shawn Roberts, Ruby Rose, Eoin Macken, William Levy, Lee Raviv
País: Alemanha/Austrália/Canadá/França
Classificação: 14 anos
Estreia: 26 de Janeiro de 2017
Duração: 1h 47min
Classificação do LeC: 3/5

Sobrevivente do massacre zumbi, Alice (Milla Jovovich) retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City, onde a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os remanescentes do apocalipse. Para vencer a dura batalha final e salvar a raça humana, a heroína recruta velhos e novos amigos.


Dia 26 de janeiro tivemos a estreia de “Resident Evil”, não digo que é o último filme da franquia, já que tenho quase certeza de que esse não foi o fim da série. Confesso que não estava esperando muito do filme, ainda mais pelo péssimo filme anterior (Resident Evil 5: Retribuição). Assisti este último no cinema, e sai da sala tão descontente com o longa que disse a mim mesma que quando saísse o próximo filme, não gastaria meu dinheiro com o ingresso. Mas como os trailers acabaram me convencendo, no fim de semana de estreia do sexto filme, lá estava eu, na fila, esperando para entra na sala.   


A história de Resident Evil 6: O Capítulo Final começa logo após os eventos de Resident Evil 5: Retribuição e mostra Alice novamente sozinha em meio ao caos, tendo que lutar contra as criaturas e buscando uma forma de se manter viva. Em um determinado momento, a rainha vermelha pede que a heroína seguisse até a Umbrella, que lá, ela encontraria a cura para o vírus, mas para isso, Alice teria 48 horas antes que a humanidade fosse dizimada. 


Logo de início, vemos que o mundo está destruído; parece até pior do que nos lembramos dos outros filmes. É claro que as cenas continuam quase iguais, com Alice lutando contra os zumbis e com as criaturas, que estão bem piores nesse filme. O longa ainda traz mais momentos de sustos, me fazendo pular da poltrona sempre que estava distraída. Além de Alice e Claire — nomes já conhecidos desde os primeiros filmes —, são apresentados novos personagens que se juntam a protagonista nas cenas de lutas. É claro, os vilões continuam os mesmos.   


Antes de assistir a esse filme, não li nada sobre ele. Tentei fugir o máximo que consegui dos spoilers, para chegar na hora e aproveitar melhor o filme. Resident Evil 6: O Capítulo Final  não é um filme ruim, se comparado ao seu antecessor, este é bem melhor. Se você já assistiu aos cinco filmes da série, então assista esse também. 





2 comentários:

  1. Oiii Dani

    Assisti á todos os filmes da série, meu marido mama a série e eu embarcava de acompanhante. Essa série meio que teve altos e baixos, a primeira parte foi ótima, se sequência nem me encantou, mas ainda assim, com as decaídas ou triunfos, quero ver essa última parte. Gosto do trabalho da Milla como protagonista e pra dizer a verdade, isso é o mais perto de um terror que consigo chegar...rsrs

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Dani. Eu nunca assisti nenhum filme da série acredita? Tipo, conheço o jogo mas não gosto de filmes fantasiosos demais, então nunca senti vontade de ver, ainda mais porque os filmes são sempre mais do mesmo, não tem TANTA diferença assim
    Mesmo assim, que bom que assistiu e quem sabe um dia eu não veja?
    Beijo! https://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo