Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante.

Jovem Adulto | 288 Páginas | Editora Arqueiro | Skoob | Classificação: 5/5 


No livro conhecemos Jessie, sua mãe morreu de câncer e um tempo depois, seu pai se casou novamente. Depois de vender sua antiga casa, ter de dar adeus a seus amigos, a garota se vê morando em uma casa estranha, com uma madrasta que ela não conhece e com um meio irmão, que de início, parece que não a quer ali. Agora, morando na Califórnia, Jessie passa a frequentar uma nova escola, tendo que recomeçar e fazer novas amizades, o que não será nada fácil para ela. Quando chega no colégio, Jessie é vítima de olhares estranhos e comentários por parte de algumas garotas de sua turma. Para a jovem, será muito mais complicado encontrar amigos no meio dessas pessoas. Porém, depois do primeiro dia de aula, Jessie recebe um e-mail de uma pessoa que se oferece para ajudá-la a se adaptar na nova escola. Depois desse primeiro contato, Alguém Ninguém se torna um grande amigo para Jessie, ajudando a garota a enfrentar os dias naquele lugar.

No livro, Julie Buxbaum mostra algumas das situações que muito de nós precisou enfrentar em algum momento da nossa adolescência: a mudança para uma nova escola; uma nova casa e de como não conseguimos nos sentir que fosse realmente a NOSSA casa, pais se casando novamente, novos irmãos, novos amigos e a mudança para uma nova cidade. Eu mesma já me mudei para outro estado, no  meu caso, eu ainda era nova e consegui me adaptar bem a mudança. Mas já precisei me mudar de colégio e fazer novos amigos, e não é nada fácil quando isso acontece. Além disso, a autora ainda fala sobre perdas, mortes, doença e o bullying. É incrível como ultimamente estou lendo muitos livros que abordam o bullying em algum momento da história. Creio que este tema faz parte da vida de muitos jovens e está sendo muito presente na literatura. Foi bom ver como a autora abordou esses temas de forma leve, falando sobre o luto de uma forma que não fosse pesado. Da dor que sentimos ao perder alguém, de como é difícil seguir em frente sem ter essa pessoa ao nosso lado. De como muitas vezes ao perdemos alguém que amamos nos sentimos sem rumo, pedidos. A madrasta de Jessie também perdeu uma pessoa, então, não foi somente a jovem que sofreu uma perda. Podemos ver como essas pessoas estão enfrentando a dor, o que estão fazendo para recomeçar, de como a vida da garota e do pai mudou depois da morte da pessoa que eles amavam. Foram alguns detalhes como esses que me fizeram gostar muito do livro.

Gostei bastante dos personagens: Da melhor amida de Jessie, Scarlett, que mora em Chicago, das novas amigas da Jessie, Dri e Agnes; do garoto que ela precisa fazer um trabalho para uma disciplina da escola, do garoto que é o colega de Jessie no lugar onde ela trabalha; do meio-irmão dela, que de início parece ser uma pessoa detestável, mas depois que o conhecemos, mudamos completamente a nossa opinião sobre ele. E, acima de tudo, gostei muito da troca de e-mails entre Jessie e o Alguém Ninguém. Eles trocam muito e-mails e mensagens durante a narrativa, o que deixou o livro mais leve e descontraído. Vocês já devem estar imaginando que a partir dessa troca de mensagens, surgiria um romance entre eles. Contudo, esse romance começa a partir de uma nova amizade, que vai se construindo aos poucos, depois de muitas conversas, onde os personagens vão descobrindo mais sobre a vida do outro; sobre seus medos, inseguranças e desejos para o futuro.

Em suma, Três Coisas Sobre Você é um livro divertido, fofo, leve, com temas pertinentes na vida do jovem. Um livro que fala sobre perdas, recomeços, luto, câncer, relacionamento virtual e bullying. Se você gosta de livros com uma narrativa cativante, divertida e com momentos emocionantes, então eu recomendo que você leia.  





15 Comentários

  1. Hey, Dani!

    Ainda não li esse livro, mas fiquei bem interessada.
    Não achei que fosse tão legal assim, mas agora sua resenha me fez mudar de ideia.
    Vou querer ler! :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro há algum tempo e adorei a leitura, também achei um livro leve e divertido e morri de curiosidade sobre o AA até o final.

    ResponderExcluir
  3. Oii Dani
    Ainda não li esse livro, mas me senti bastante interessada, seria uma leitura bem diferente para mim, ótima resenha e quero ler.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  4. Já vi esse livro em alguns sites, não sabia sobre o que era, mas agora, depois de ler sua resenha me interessei, parece ser uma leitura fluída e bem humorada.
    Sua resenha ficou ótima
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Dani.
    Adoro livros com essas características, acho que quando eu estiver precisando de um livro para ser lido sem muitas pretensões, eu escolheria esse. Não parece ser AQUELE livro, mas pelo visto passa uma boa mensagem.

    ResponderExcluir
  6. Oi Dany, tudo bem?
    Eu já havia lido algumas resenhas desse livro, mas confesso que não consegui me animar para fazer a leitura. A Sua resenha está maravilhosa, mas ainda assim não mudei de opinião pois a história me dá a impressão de ser mais o estilo de um público alvo ao qual não me encaixo. Por isso deixo a dica passar, beijos

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito dessa capa e mais ainda da resenha. Mesmo me parecendo uma história simples, gostei muito dos temas abordados e que sim, passamos ou passaremos em algum momento de nossas vidas.

    ResponderExcluir
  8. Dani, li esse livro recentemente e concordo que é um livro leve e fofo.
    A narrativa é muito gostosa e envolvente.
    A troca de emails e mensagens faz tudo ser mais rápido.
    Amei a história ♥

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ainda não conhecia o livro mas tem uma premissa interessantes.
    Vou anotar a indicação e pesquisar mais. É possível que eu dê uma chance a ele em breve.
    Gostei bastante da resenha, bjoo

    ResponderExcluir
  10. Olá Dani, tudo bem?
    Eu não leio muito desses livros. Eu até curto algumas resenhas e tenho algumas curiosidades, mas é mais difícil ler dessa temática. Porém parece um enredo bem descrito e desenvolvido, porque suas palavras transmitiram exatamente isso. Sua resenha ficou bem inspiradora. Xero!

    ResponderExcluir
  11. Oi Dani, tudo bem?

    Já tinha visto muitas postagens sobre esse livro, mas não sabia sobre o que tratava. Ao ler sua resenha fiquei com uma enorme vontade de ler a obra, de poder entendê-la e embarcar embaraçar de cabeça. Os temas abordados são bastante pertinentes para a nossa atualidade, onde tais temas rondam a mídia e nossas vidas. Passei por muita coisa da personagem, então creio que me identificaria. Adorei sua resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi Dani,
    Eu gosto de livros com uma narrativa cativante, divertida e com momentos emocionantes. Adicionado na minha wish list. Obrigado pela dica.
    Beijos, André
    Garotos Perdidos || Participe do sorteio da série Stage Dive no IG do canal

    ResponderExcluir
  13. oi Dani!
    Esse livro é um dos meus favoritos da vida e gostei de saber que você gostou. Essa obra é, em minha humilde opinião, bastante completa e importante, pois ela aborda temas que faz a gente pensar no rumo que nossa vida está tomando e em como precisamos pensar e nos ajudar mutuamente.
    Fiquei com muita vontade de reler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Acho legal quando o romance começa por uma amizade!
    A premissa do livro é ótima, mas no momento acho que eu não leia ele.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Adoro conhecer livros assim, me sinto confortável em indicá-los para adolescentes. Mesmo que sirva bem pra adultos, pelo menos adultos como eu que leem qualquer gênero.
    Adorei a resenha e quero ler já!

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!