25 de março de 2017

[Resenha] Um Beijo Inesquecível - Julia Quinn


Toda a alta sociedade concorda que não existe ninguém parecido com Hyacinth Bridgerton. Cruelmente inteligente e inesperadamente franca, ela já está em sua quarta temporada na vida social da elite, mas não consegue se impressionar com nenhum pretendente. 
Num recital, Hyacinth conhece o belo e atraente Gareth St. Clair, neto de sua amiga Lady Danbury. Para sua surpresa, apesar da fama de libertino, ele é capaz de manter uma conversa adequada com ela e, às vezes, até deixá-la sem fala e com um frio na barriga.
Porém Hyacinth resiste à sedução do famoso conquistador. Para ela, cada palavra pronunciada por Gareth é um desafio que deve ser respondido à altura. Por isso, quando ele aparece na casa de Lady Danbury com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto, que pode conter segredos decisivos para o futuro dele.
Nessa tarefa, primeiro os dois se veem debatendo traduções, depois trocando confidências, até, por fim, quebrarem as regras sociais. E, ao passar o tempo juntos, eles vão descobrir que as respostas que buscam se encontram um no outro... e que não há nada de tão simples e de tão complicado quanto um beijo.

Romance de Época | 272 Páginas | Editora Arqueiro | Skoob | Classificação:  3/5

Série "Os Bridgertons"

7Um Beijo Inesquecível
8. A Caminho do Altar
9. E viveram felizes para sempre


Tentei adiar a leitura desse livro o máximo que consegui. Sabia que quando o lesse, estaria mais próxima do final da série. Não queria nunca me despedir dessa família maravilhosa que aprendi a amar com o passar dos anos. Mas, como não consigo ficar sem ler um livro da Julia Quinn por muito tempo, acabei sendo vencida pela vontade de ler o livro da Hyacinth.

Hyacinth não queria um casamento onde seu esposo não a entendesse ou que não conseguisse conviver com ela. A verdade é que a jovem é impetuosa e muito inteligente e isso assusta um pouco os pretendentes da moça. Ainda mais por Hyacinth ser vista sempre na companhia de Lady Danbury, a qual considera sua amiga. Quem já leu os livros anteriores sabe que a senhora é considerada um pouco desagradável aos olhos da sociedade londrina; mas não para a jovem Bridgerton. Mas tudo começa a mudar na vida de Hyacinth quando ela conhece o neto de  Lady Danbury, Gareth.   

Gareth é desprezado pelo pai desde que o mesmo descobriu que o jovem não era seu filho. Mesmo assim, ele sempre considerou seu irmão – a única pessoa que ele ama, além de sua avó –, seu sangue. Gareth não leva uma vida de regalias ou esbanjamentos, já que sua situação financeira não permite isso. Ele sempre pôde contar com a ajuda de sua avó, Lady Danbury e é através dela que o jovem conhece Hyacinth Bridgerton.

Já me acostumei com a qualidade de todos os livros da série, é sempre um melhor que o outro, e estava com muitas expectativas com relação a esse livro… Infelizmente acabei me decepcionando um pouco com ele. Não estou dizendo que o livro é ruim, ou que não valha a pena ser lido, mas é que eu não senti lendo esse livro nem uma fração de tudo o que senti com os outros livros da série. A história começa quando Hyacinth se oferece para traduzir um diário que pertenceu a avó paterna de Gareth, e ao passo que vão descobrindo mais sobre a dona do diário, Hyacinth e Gareth também descobrem mais sobre os pensamentos, emoções e personalidade um do outro. Eu sempre me encantei pelos personagens da série, pelo romance, pelas histórias de amor de cada casal e, é claro, pela personalidade de cada um. No entanto, com Hyacinth eu não consegui ficar tão encantada ou apegada assim. Ela é uma mulher muito decidida, que sabe bem o que quer, mas em alguns momentos, achei que ela queria que sua opinião fosse ouvida acima das demais.  

Pensei que seria diferente com o Gareth, que por tudo o que ele sofreu quando criança, por todo o desprezo, eu pudesse me conectar com o personagem, mas isso não aconteceu. Não me vi torcendo por ele, me emocionando com sua história, ou querendo consolá-lo. Gostei do Gareth, mas não tanto quanto eu gostei de Benedict, Anthony, Collin ou Michael.  

Preciso dizer que esse livro não foi um dos melhores da série. Não tive a chance de suspirar pelo casal, me emocionar pela história e de torcer com fervor pelo desfecho que sempre me deixa nas nuvens. Mesmo me decepcionando com esse volume, estou mais uma vez ansiosa para ler o livro do Gregory. Estou torcendo para a série termine da melhor forma para mim. 









9 comentários:

  1. Oi, Dani. Quando comecei a ler os Bridgertons eu amei, mas depois de um tempo, os livros foram ficando chatos e deixando a desejar, felizmente para mim, esta obra foi a que me fez gostar outra vez da história, e eu amei o seguinte desse. É uma pena que você não tenha gostado, mas acho que a partir do quarto livro, a série fica mais cansativa e sem atrativos, isso é normal.
    Beijo! https://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani, tudo bem?

    Eu gostei, acho que pq eu gosto da Lady Danbury, a avó do protagonista, essa senhora é sensacional hehehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu te entendo, Dani! EU gostei do livro como um todo, mas... eu esperava mais dele, não sei explicar, só senti falta exatamente do que você falou, de me apegar, de sentir mais.
    Ainda assim, deu pra curtir a leitura. Que venha o 8 e o 9, pra mim e pra vc. Estou adiando aleitura deles pelo mesmo motivo... me despedir da série. rs

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu não sou muito fã dessa série, li até o terceiro e não me cativou muito.
    Gostei bastante da sua resenha, e espero ver outras resenhas por aqui ♥
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Dani. Tudo bem?
    Acredita que eu nunca li nada da Julia Quinn? Rs
    Mas sempre vejo resenhas bem positivas dos livros dela. E, mesmo que vc tenha se decepcionado um pouco com esse livro, me senti um pouco mais motivada a tentar ler algo da autora.
    Sua resenha é muito bem feita. Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani
    Nunca li nenhum livro da série, mas estou muito curiosa, pois adoro romances de época :)
    Que pena que esse volume não te emocionou como os outros... senti que você ficou decepcionada... espero que os outros te surpreendam!
    Eu logo logo vou procurar começar a série!
    Bjuuuu

    ResponderExcluir
  7. Oi Dani, tudo bem???
    Eu ainda não comecei a ler esta série ainda, mas confesso que de tantas resenhas que já li... tenho uma quedinha pelo livro do Collin. É uma pena que este livro não tenha sido da maneira que esperava, mas que mesmo assim a leitura ainda foi boa... muito leitores que estão acompanhando a série sempre tem um livro que não é como o esperado. Quando as série são grandes assim a tendência é acontecer... eu estou curiosa sobre este livro também.. adoro mocinha impetuosas e cheias de personalidade... Xero!

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    Eu morro de vontade de ler essa serie, mas ainda não tive a oportunidade. Falam super bem desse livro r confesso que estou com as expectativas altas para essa série, espero gostar. Espero que o outro o próximo volume você goste mais.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Dani ^^
    Bom, eu ainda não pude ler essa série dos Bridgertons mas ela é uma das que desejo para a vida!
    Compreendo o seu ponto de vista, nem todo livro mexe com os nossos corações, tem certos enredos que por mais que tentemos ter empatia nada faz agradar o enredo. E é muito compreensível a autora não conseguir manter o mesmo nível dos demais das séries, esse é um risco de se fazer uma série grande pois você pode perder pitadas mágicas que fizeram os primeiros livros serem um show de bola.
    Espero que você possa concluir a série adorando os Bridgertons.
    Esse fator da Hyacinth ser muito inteligente e colocar a sua opinião acima dos outros me incomoda, pois tem muitas pessoas que de fato são assim pela internet afora.
    Obrigado por sua sinceridade ao redigir essa resenha. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo