14 de abril de 2017

[RESENHA] Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn


Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido. Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida. Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado. Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família. Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente.

Romance de Época | 272 Páginas | Editora Arqueiro | Skoob | Classificação: 5/5 


Série "Quarteto Smythe-Smith"

1. Simplesmente o paraíso
2. Uma Noite Como Esta
3. A Soma de Todos os Beijos
4. Os Mistérios de Sir Richard



Essa semana, li o último livro da série "Os Bridgertons". Quando terminei a leitura do livro, me bateu uma saudade enorme dessa família maravilhosa que eu tanto amo. Ainda bem que existe “O Quarteto Smythe-Smith” para sanar um pouco da saudade que estou sentindo.

No primeiro livro da série, conheceremos Honoria Smythe-Smith. Para quem já leu “Os Bridgertons” conhece bem este famoso quarteto musical de jovens que, infelizmente, não são nem um pouco talentosas. É uma tradição que todas as mulheres Smythe-Smith - que ainda fossem solteiras -, deveriam ocupar seu lugar no quarteto musical. Honoria enfrenta todos os momentos constrangedores durante as apresentações de cabeça erguida, ela reconhece que ela, assim como as outras mulheres, não possuem talento para tocas os instrumentos. Quando criança, Honoria vivia no pé de seu irmão Daniel e o amigo dele, Marcus. Mas, por ser menina, eles nunca a deixavam brincar com eles, com isso, ela foi apelidada de  “percevejo”. Agora, Honoria é uma jovem adulta em busca de um marido, e ela já tem um pretendente à vista… Gregory Bridgerton.  Contudo, o que ela nunca imaginou era se apaixonar pelo amigo de seu irmão.

“Inclinou-se para a frente, tomou o rosto dela entre as mãos e capturou sua boca em um beijo apaixonado. Honoria se sentiu arder, então derreter e quase evaporar. Teve que se controlar para não rir alto de tanta alegria e se ergueu na ponta dos pés para tentar chegar mais perto.”

Marcus Holroyd é um homem que não gosta de toda a agitação, dos bailes da sociedade. Ele sempre foi uma pessoa muito discreta, tímido na verdade.  Mas quando Daniel precisou sair do país, ele prometeu ao amigo que cuidaria de sua irmã, afugentando todos os pretendentes que ele julgasse inadequado. Quando Honoria monta uma armadilha para fisgar um certo pretendente, Marcus é vítima da artimanha de Honoria e depois do ocorrido, o jovem adoece. Sentindo-se culpada, Honoria passa todo o tempo cuidando de Marcus. Mas o que eles não esperavam era que os sentimentos dos dois mudariam após esses períodos juntos.      

Passou a vida inteira sendo um perfeito cavalheiro. Nunca foi um paquerador. Nunca foi um malandro. Odiava ser o centro das atenções, mas por Deus, queria ser o centro da atenção dela. (...) 

Eu passei a gostar dos romances da autora pela forma leve e descontraída que ela constrói suas histórias. Não esperava que fosse me apaixonar mais uma vez por essa nova série. Pensei que meu amor se restringiria apenas aos Bridgertons, mas estava enganada, tenho espaço suficiente em meu coração para mais e mais livros da Julia Quinn. Estou encantada com esse livro, apaixonada pelos personagens, pelo romance, pelo amor que cerca a família de Honoria. Este é um dos pontos que mais amo nos livros da Julia, a forma como ela trabalha o amor entre irmãos, entre amigos... todos os tipos de amor. De que não é preciso nascer em uma família para fazer parte dela, ser amado pelos membros desta família. Marcus nunca foi amado verdadeiramente pelo pai, nunca teve uma boa base familiar, porém, quando ele é acolhido pela família do amigo, ele passou a sentir como é fazer parte de uma família amoroso e que se preocupa com ele.

Simplesmente o Paraíso ganhou um pedaço enorme em meu coração. Julia Quinn trouxe mais um romance de época lindo, emocionante, delicado, leve e divertida. Mesmo sendo um romance que a maioria consideraria bem clichê, eu recomendo!  




16 comentários:

  1. Oiee
    Eu to doida pra ler esse quarteto. Confesso que tive a oportunidade e li o 4º inteirinho kkkk então no caso seria trilogia que me falta kkkk justo os 3 primeiros, aiai... Mas a escrita da autora é maravilhosa e os personagens são incríveis, vale muito a pena a leitura <3

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Eu sou suspeita em falar, pois adoro romances de época, principalmente Julia Quinn, que é uma fofura e escreve livros mais fofos ainda. Já li esse livro e amei <3
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  3. Oiii
    A Julia Quinn é simplesmente a rainha dos romances de época, né? Confesso que nunca li, realmente, um livro dela. Mas a cada resenha que leio, parece que eu estou em um cenário de 200 anos atrás, vivendo - através das personagens - diversas vidas, através de um amor...

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já fui muito fã de romance de época
    Faz muito tempo que não leio e noto que Julia é bem querida no mundo literário!
    E que bom que se apaixonou pela história é isso que importa! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá! Estou com muita vontade de ler esses livros. As histórias aparentam serem bem divertidas. E claro, o romance deve ser uma delícia de ler. Estou louca para conhecer essa família. beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Dani, tudo bem?

    Ainda não tive o prazer de conhecer a escrita da Julia, mesmo tendo quase todos os livros dos Bridgertons. Mas, creio que irei adorar conhecer as obras da autora.
    Este livro em particular parece-me ter uma certa dose de romance e carinho que conquista o leitor. A pegada jovem do "cara que não assume que gosta da mocinha" é uma receita infálivel, então já me faria suspirar pelo casal em questão. O cômico representado pela falta de talento do quarteto, provavelmente também me encantariam! Adorei a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Dani,
    Aí, que bom que esse livro te agradou tanto assim!
    Ainda não conclui a leitura de Os Bridgertons, mas já estou louca para ler esse. Acho que não esperava menos da Julia do que um livro tão apaixonante quanto os demais. A Julia é diva trabalhando todas as formas de amor.
    Espero ler muito em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu esperei ansiosamente por essa série e assim que lançou eu recebi da editora que é nossa parceira os dois primeiros volumes e simplesmente devorei, agora estou aqui maluca para ler os outros dois e sem grana pra adquirir, estou desesperada kkkkkk
    Amo Julia Quinn, amo os Bridgertons e agora o Quarteto Smythe - Smith
    Beijuh

    ResponderExcluir
  9. Oi Dani,

    menina faz anos que não leio um romance de época. Li tantos na minha adolescência que enjoei kkkkk mas essa serie nova da Julia tá mto bem comentada. Acho que vou dar uma chance e quem sabe nao pego o ritmo de novo ne?!
    Boa resenha! bjs
    Jo Scarreiro

    ResponderExcluir
  10. O livro é ótimo, um dos meus favoritos do quarteto, fico feliz que vc tenha gostado desse também. A escrita da Julia encanta e diverte, vc já leu os da Lisa? São ótimos tb ;)
    O box q a editora fez ficou lindo

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Não curto romances de época, mas o box dessa série está lindo demais! Adorei a resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Dani!
    Eu não tenho o costume de ler romance de época (com exceção dos da Austen, que gosto do sarcasmo dela), mas descobri que eu tinha preconceitos literários e estou tentando mudar isso. Fui apresentada a alguns livros da Quinn e pela história da protagonista eu vejo se leio ou não, pq o romance em si pra mim tanto faz. Gostei da resenha e do livro, acho que vou começar essa coleção. ;)

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Não sou fã de romances de época, mas quero muito ler essa série, pois só leio elogios a mesma.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Dani, sua linda, tudo bem?
    Eu não li a série anterior dela, mas estou lendo essa e já me apaixonei. Achei lindo o sentimento de família abordado no livro e achei lindo o relacionamento deles e um dando a família que o outro precisava. Não vejo a hora de ler o próximo livro. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  15. Estou super curiosa pela leitura dos livros da Júlia Quinn.
    Cada resenha que leio me sinto apaixonada, e vejo o amor que os leitores tem pelas outras dela.
    Esses livros também estão na minha, esperando uma promoção pra adquirir rs..
    Parabéns pela resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Amei sua resenha muito bem escrita.
    Fiquei muito curiosa para ler esse livro.
    Meus Parabéns.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo