A escola sempre foi um lugar de ensino. Mas, mais do que aprender matemática, português, história ou geografia, aprendermos a conviver com pessoas que são diferentes de nós. Aprendemos a respeitar colegas, professores e funcionários do lugar. O problema é que nem todos mostram esse respeito, nem todos aceitam o diferente, aceita opiniões diferentes. Sempre terá aquela pessoa que se vê acima dos demais, que não pensa antes de agredir um colega, seja com palavras, ofensas ou agressões. Alguns dizem que educação vem de berço, que é responsabilidade dos pais educar, mas a escola também tem esse papel. Afina, a criança passa praticamente toda sua vida em sala de aula; desde o jardim de infância, até ir para para a faculdade.

Pensando nisso, eu decidi listar alguns livros que, em minha opinião, deveriam ser lido pelos jovens que estão começando uma fase importante na vida: uma fase de descobertas, que muitas vezes assusta. Nessa lista tem livros que falam sobre homossexualidade, bullying, relacionamentos abusivos, a descoberta do primeiro amor, suicídio e automutilação. Os temas são abordados de forma leve e acredito que são ótimas escolhas para um debate em sala de aula.


Leia também:


1.      A Lista Negra - Jennifer Brown

Este é um livro que está em todas as listas que eu faço. Jennifer Brown é uma das minhas autoras favoritas e sempre que posso indico seus livros. Eles abordam sempre assuntos pertinentes, que precisam ser discutidos e lidos. Neste livro ela fala um pouco sobre as consequências do bullying. No livro o leitor conhece sobre a vida de Valerie Leftman e seu namorado, Nick Levil. Os dois eram vitimas constantes de bullying, e mantinham um caderno onde anotavam os nomes de seus agressores. Eram pessoas que implicavam com a aparência de Valerie, pessoas que os apelidaram, que os ofendiam. Até que um dia, ao chegar à escola, Nick abre fogo contra alguns de seus colegas, com o objetivo de atingir aqueles que estavam na Lista Negra, logo em seguida, ele tira a própria vida. O livro aborda vários temas que faz parte da vida de muitos jovens.  >> Saiba mais

2.     Garota em Pedaços - Kathleen Glasgow

A autora soube narrar perfeitamente alguns dos nossos pensamentos quando estamos diante de uma situação em que não vemos saída, em um momento de desespero, onde tentamos encontrar formas de sobreviver em meio a tantas dores e tanto sofrimento. Aqui, a protagonista, para enfrentar toda a dor, ela se automutila. Ela que passou alguns meses numa clinica de reabilitação, precisa voltar para casa, para o lugar de onde ela tentou fugir. Kathleen Glasgow descreve toda a dor, toda a angustia que a personagem está sentindo, todo o desespero de uma pessoa que precisa de ajuda, mas não sabe a quem recorrer, ou não acha que pedindo ajuda resolveria alguma coisa. Quantos jovens como Charlie existem por aí, desesperados por ajuda, por alguém que os ouça?, que os compreenda? Quantos jovens na mesma posição que ela, sem poder contar com os pais, ou sendo vítimas dessas pessoas; pessoas que deveriam protegê-las. Muitos jovens estão por aí, precisando que alguém estenda uma mão amiga, sem julgamentos, sem preconceitos. >> Saiba mais

3.     As Vantagens de ser Invisível - Stephen Chbosky

Nele somos apresentados a Charlie, um adolescente de 15 anos, que está começando a explorar a vida e tentando enfrentar as dificuldades impostas por ela. Um dessas dificuldades é o recente suicídio do seu melhor amigo. Como se isso não fosse o bastante, ainda tem as dificuldades escolares e o descobrimento do primeiro amor. Stephen Chbosky aborda temas polêmicos, como: homossexualidade, gravidez na adolescência, violência doméstica, drogas e bebidas. >> Saiba mais

4.     Extraordinário - R. J. Palacio

Extraordinário é um livro para se refletir, com lições valiosas e importantes para a vida, como: o valor que tem uma verdadeira amizade, do amor que existe entre uma família, da gentileza que esperamos do próximo. Ele nos faz enxergar de coisas que fizemos, que mesmo inconsciente, agora percebemos e nos perguntamos como fomos capazes de fazer tais coisas. Um livro para ser lido por todos, pelo menos uma vez na vida. Um livro que deveria ser material de leitura para as todas as escolas, pois tenho certeza que crianças com essa faixa etária aprenderiam valores extremamente importantes para a vida. Não importa se um colega, amigo, ou desconhecido tem um rosto diferente do seu; se ele tem uma cor diferente da sua, ideias diferentes, jeitos diferente; não discrimine uma pessoa por ela não ser igual a você. Já pensou de fossemos todos iguais, como o mundo seria um lugar chato?  >> Saiba mais

5.     Dois garotos se beijando - David Levithan

O ponto principal desse livro é o recorde que Harry e Craig querem quebrar. Esse desafio é para entrar no livro de recordes com o beijo mais longo do mundo. Para isso, eles contam com a ajuda de seus amigos, professores e coordenadores da escola. Decidido o dia, eles vão até o gramado da escola, acompanhados de várias câmeras para gravarem e transmitirem o acontecimento ao vivo para o mundo todo. A narrativa é incrível! As mensagens que o livro traz são para refletir. O livro traz no seu conteúdo uma enorme critica a sociedade e ao preconceito que está presente em cada canto desse mundo. >> Saiba mais

6.     Amor Amargo - Jennifer Brown

Mais um assunto polêmico que Jennifer Brown aborda. Desta vez ela fala sobre relacionamentos abusivos. Conforme você lê, você percebe o que a autora quis fazer ao escrever este livro. O leitor se revolta com tudo o que a protagonista enfrenta, mas também, se revolta com ela por permitir passar por tudo isso. Porém, ninguém sabe qual atitude tomaríamos até passar pela mesma situação que a protagonista. Jennifer Brown escreveu uma historia mais que maravilhosa; uma história incrível que vai muito além da ficção. Ao final do livro, ela explica de onde veio a ideia do livro, há também uma série de perguntas respondidas pelo psicólogo forense Daniel C. Claiborn sobre relacionamentos abusivos. >> Saiba mais






19 Comentários

  1. Oi tudo bem?
    Adorei as suas dicas. Dos que você citou eu já li Extraordinário e é maravilhoso acho que ensinaria muita gente se ele fosse lido na escola.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Não concordo muito com a lista de livros que você dispôs aqui, mas acrescentaria alguns clássicos que não têm vez, como por exemplo os de Jane Austen. Não se pode estudar apenas o que conhecemos hoje como literatura.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Eu poderia ter colocado Jane Austen, mas infelizmente nem todos gostam ou leem Jane Austen. E eu quis montar uma lista com livros que abordam algum tema que seja presente na vida da maioria dos jovens. Quase todos já sofreram com o bullying, com algum tipo de agressão por parte dos colegas. Eu não quis colocar clássicos, mas livros que pudessem ser debatidos entre os alunos numa sala de aula.

      Beijos.

      Excluir
  3. Ola
    Desses titulos, so não li ainda A lista negra, mas está na minha lista de desejados ha muito tempo. Quanto aos outros, apoio totalmente, e não so na escola, é o tipo de livro que qualquer pessoa deveria ler por conta dos ensinamentos, que valem muito a pena.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bom?
    Eu já li dois dos mencionados acima.
    Lista negra definitivamente deveria ser leitura obrigatória para todas as pessoas, pois trata de um tema importantíssimo. Extraordinário é maravilhoso, um must read também. Adorei o post, irei procurar mais sobre os que ainda não li!

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?

    Que lista maravilhosa! ♥ Concordo com toda a lista, esses livros deveriam ser temas de provas e debates, ensinaria muito mais as crianças e adolescentes. A Maioria desses eu já dei para minha sobrinha de 13 anos ler e depois ela sempre vem conversar comigo sobre os temas, acho muito importante essas conversas com os adolescentes de hoje!

    Parabéns pelo post ♥

    ResponderExcluir
  6. As suas escolhas são excelentes e sim, deveria ser leitura obrigatória nas escolas. Eu ainda acrescentaria Dezenove Minutos da Jodi Picoult, pela abordagem do Bullyng.
    Extraordinário foi o primeiro livro que me despertou para essa questão, fiquei imaginando o livro sendo discutido em sala de aula e orientando crianças e adolescentes a nãos erem cruéis.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá!!
    Acho excelente suas sugestões. Realmente são livro, que apesar de não ter lido, abordam temas atuais e que devem ser debatidos não em sala de aula somente, mas também em casa.
    Vou concordar um pouco com a Pamela que sugeriu Jane Austen no comentário dela e não só esse clássico, mas outro que apesar de não ter uma cara atual trazem assuntos que são atemporais e que trazem sim assuntos atuais e olha que foram escritos a séculos atrás.
    Mas não importa se são livros que vão agradar mais os alunos a lerem. Não importa, se é obrigação sempre a recepção será negativa. E poucos irão realmente ler e gostar disso. Li Vidas Secas e Senhora na escola e amei, mas a grande maioria dos meus colegas nem pegaram o livro ou foram atras de resenhas.
    Acho que antes de mais nada precisamos "ensinar" nossas crianças a ler, a ter o habito da leitura. =/

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  8. Dessa lista o unico que li foi as vantagens de ser invisivel e sinceramente, achei a lista bastante sincera, creio que um dos meios para atrair novos leitores e interessados, é trazer a literatura contemporanea e assuntos recorrentes.

    ResponderExcluir
  9. Oie tudo bem?
    Olha eu adorei todas as indicações que você fez, e sim, ao contrário do que todo mundo pensa, eu sou desses que prefiro dar a um adolescente um livro que vá acrescentar algo e fazê-lo criar empatia pelos outros e ver o mundo com outros olhos, do que jogar uma literatura clássica brasileira onde ele conhece metade das palavras e vai sair mais perdido que entrou.
    Acho essencial conhecer nossa língua mas indispensável livros fora do meio também.
    Amei amei <3

    ResponderExcluir
  10. Oiiii,

    Preciso admitir que da sua lista só conheço As Vantagens de ser invisível e extraordinário, r ainda assim eu nunca li (embora tenha vontade ainda não peguei as obras pra conferir). Alguns eu reconheci o nome, mas não li nada a respeito. Gostei muito da sua ideia de mencionar livros a serem lidos na escola, porque muitas dessas são realmente interessantes de serem trabalhadas em sala de aula pra visar a diversidade e ajudarem no desenvolvimento de seres humanos melhores.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  11. Li alguns dos livros que você escolheu e concordo demais com a indicação de "Extraordinário", porém tenho ressalvas em relação ao "garota em pedaços" por se tratar de uma narrativa repleta de gatilhos.

    Clássicos são importantes à sua maneira, mas concordo que uma literatura atual possa ser útil para debates também.

    ResponderExcluir
  12. Oie! Tudo bem?

    Eu apoio a leitura de livros com essa temática na escola, mas infelizmente nenhum professor se liga nisso ou quer trabalhar esses assuntos, mas com certeza se eu ainda estivesse estudando, indicaria esses livros para a biblioteca do meu antigo colégio!

    BJss

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    achei sua lista bem interessante. Claramente os livros dispostos nela são didáticos e carregam lições importantes que devem sim ser debatidas, seja na escola ou em casa. Ainda não li nenhum desses mas conheço quase todos pois estão na minha própria lista de leituras futuras. Espero poder lê-los em breve e desfrutar de seus ensinamentos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Hey!
    Adorei o post, a maioria dos livros eu já li e concordo com sua indicação, mas acho que os mais importantes são Extraordinário e Garota em Pedaços. Amor Amargo foi um livro que me deu raiva da personagem - acredite se quiser - e não me vejo lendo quando era mais nova rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Adorei a ideia do post! Realmente existem livros que deveriam ser obrigatórios na escola por ensinarem a lidar com o diferente ou por tratarem de temas tabus com os quais os adolescentes não tem muita abertura. O que sempre digo que deveria ser obrigatório e que está em sua lista é Extraordinário! Os outros eu ainda não li, mas espero poder fazê-lo em breve ^^

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Concordo muito com o seu post.
    Acho que é meio ruim as escolas forçarem os alunos a sempre lerem clássicos ou outros livros que não despertam mensagem nenhuma ao leitor. Se fossem feitos grupos de leituras de livros com temas pesados como bullying, LGBT, assédio e tal com certeza os jovens iriam se conscientizar mais sobre tais temas e até mesmo tomar mais gosto pela leitura

    ResponderExcluir
  17. Também acho que as escolas poderiam se utilizar mais da literatura juvenil contemporânea em sala de aula... mas muitas não fazem isso por conta de dinheiro. É mais barato usar clássico cujos direitos autorais não são mais cobrados.
    Não li nenhum dos livros da lista, mas já li resenhas de todos e parecem ser excelentes obras para serem abordadas no ambiente escolar mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Mulher, arrasou nas indicações! Jennifer Brown é a autora que mais desejo conhecer! E concordo que esses livros deveriam ser lidos por jovens além de outros! Extraordinário é um livro que eu amo muito, fala sobre gentileza e a forma como não devemos julgar, coisa que muitos jovens deveriam fazer! Outro que acho que deveria ser lido por todos é Os 13 Porquês, apesar de não ser tão bom quanto a série, é intenso ver como pequenas atitudes acabam com as pessoas! Amei as indicações!

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!