Esqueça amor “à primeira vista”. Esta é uma história de amizade “à primeira vista”... ou quaseMark e Kate são da mesma turma de cálculo, mas nunca trocaram uma única palavra. Fora da escola, seus caminhos nunca se cruzaram... Até uma noite, em meio à semana do orgulho gay de São Francisco. Mark, apaixonado pelo melhor amigo — que pode ou não se sentir do mesmo jeito —, aceita o desafio que mudará sua vida. E sobe no balcão do bar em um concurso de dança um pouco diferente... Na plateia, Kate, fugindo da garota que ela ama a distância por meses e confusa por não se sentir mais em sintonia com as próprias amigas, se encanta pela coragem e entrega do rapaz. E decide: eles vão ser amigos. Em meio a festas exclusivas, fotógrafos famosos, exposições em galerias hypadas, essa ligação se torna cada vez mais forte. E Mark e Kate logo descobrem que, em muito pouco tempo, conhecem um ao outro melhor que qualquer pessoa. Uma história comovente sobre navegar as alegrias e tristezas do primeiro amor... uma verdade de cada vez.

Jovem Adulto | 294 Páginas | Cortesia Galera Record | Skoob | Classificação: 4/5


À Primeira Vista é o mais novo livro do David Levithan com a parceria de Nina LaCour. Levithan é um dos autores que mais gosto, e como ainda não conhecia a escrita da Nina, foi uma agradável surpresa para mim.  

O livro traz uma narrativa gostosa, bem leve e envolvente, ao estilo David Levithan. Passamos a conhecer Mark e Kate. Duas pessoas que nunca conversaram, mas que depois de uma noite, descobriram que tinham mais em comum do que imaginavam. Mark é apaixonado pelo melhor amigo, Ryan. Os dois já ficaram algumas vezes, mesmo sem nunca assumir um compromisso. Mark não consegue enxergar Ryan como apenas um amigo. Já Kate sonha com a garota que sempre ouviu falar: sua melhor amiga planeja apresentar sua prima, Violet a Kate e, esse sempre foi o que ela mais quis... conhecer essa garota. No entanto, no dia marcado para as duas se conhecerem, Kate acaba fugindo. É aí que ela conhece Mark. O garoto estava dançando em cima de uma mesa num bar por causa de um desafio. Quando Kate o vê, ela decidiu que eles precisavam ser amigos a partir daquele momento. 



A narrativa é contada toda ao longo de uma semana e vai mostrando um pouco mais sobre a vida dos dois jovens. O começo e desenvolvimento do romance entre Kate e a garota dos seus sonhos; enquanto Mark precisa rever seus sentimentos com relação ao melhor amigo. Como sempre David Levithan nos apresenta um livro impossível de não se apaixonar. A história do livro é contada durante a semana do Orgulho Gay e trazem de uma forma apaixonante personagens que estão lutando pelos seus ideais.

À Primeira Vista não tem uma carga dramática, mas consegue nos encantar com a amizade de Mark e Kate e, também, com a amizade entre Mark e Ryan; com o começo do amor entre Kate e Violet. Nos identificamos com o medo que Kate sente do desconhecido, de ter que assumir – a  partir de uma certa idade –, a responsabilidade da vida adulta. De como às vezes não sabemos o que fazer, não sabemos o que escolher. Temos medo de nossas escolhas, medo de escolhermos errado. Temos medo de enfrentarmos o mundo sozinhos. Isso é o que mais gosto nos livros do Levithan: a forma como nos identificamos com os personagens criados por ele.  

É uma leitura rápida, deliciosa e fluida. Mais um livro do David Levithan que me encantou. Também gostei muito da escrita da Nina LaCour. Agora estou à espera de mais um livro desses dois autores.  







17 Comentários

  1. Oi, Dani! Ainda não li nenhum livro desse autor, embora sempre tenha boas recomendações. Gostei muito da premissa desse livro, às vezes é melhor sair do romance romântico e encarar um livro sobre amizade pura. ^^
    Vou deixar anotado como dica para uma leitura futura!
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  2. OI Dani, eu amo o Levithan, mas sempre prefiro ele escrevendo sozinho. Mas ainda assim, quero ler este aqui em função de toda a representatividade que ele traz.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu já li alguns livros do David e sinceramente até gosto da escrita dele,mas as vezes sinto que há elementos que fogem um tanto da realidade, enfim... Esse livro me pareceu ser bacana,se tiver oportunidae,lerei.

    ResponderExcluir
  4. Oii Dani, tudo bem? Também adoro o Levithan! É um dos meus autores favoritos. Fiquei encantada por esse livro só de ler sua resenha, e já quero muito realizar a leitura da obra! Acho que irei amar esses personagens e a dinâmica entre eles. Espero ter a oportunidade logo. Ótimo post! :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oiee
    Apesar de muita gente elogiar a escrita do Levithan, ainda não tive oportunidade de conhecer. Não pq eu nao desejo, mas falta de oportunidade mesmo.
    Já tinha vista notícias sobre o lançamento desse livro, mas não tinha lido resenhas. Agora, foi mais um pra linha lista de desejados. Adorei suas impressões e já quero ler. Eu adoro um drama, mas mesmo esse não tendo uma carga dramática como vc comentou, gostei bastante da sinopse e acredito que deve ser uma boa leitura.
    Dica anotada!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  6. Esse autor faz bastante sucesso, não é?
    Ele parece ser obras incríveis, li bem pouco de suas obras e o pouco que li eu amei.
    Gostei muito de conhecer suas impressões e fiquei ainda mais curiosa para conhecer essa trama que parece ser extremamente envolvente.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem?

    Li somente um livro dele, e gostei bastante da história! Essa obra por outro lado amo a capa, mas não faz meu estilo de leitura a história que compõe esse livro! Mas irei indicar para uma amiga que gosta do gênero, com certeza ela ira gostar!

    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Sabe que ainda não li nada desse autor?! Mas já me indicaram muito. Nas férias, semore procuro livros leves e gostosos de ler! Adorei a tua descrição e confesso que adicionei rapidinho ao topo da minha wish list hehehehe um beijo

    ResponderExcluir
  9. Tenho um livro dele em casa mas ainda não tive vontade de ler sabe, e as capas não me emocionam, apesar de muito falarem bem dele e de a escrita ser gostosa como você diz. Eu gosto de drama, mas as vezes precisamos de livros assim, que são mais leves.

    ResponderExcluir
  10. Hi baby, tudo bem? esse parece ser esses livros delicinha que a gente lê em uma sentada só, como você disse na resenha, fora que a premissa é bem diferente e divertida, muito legal o fato do livro focar na amizade e não em um interesse romântico! prezo mais por historias relacionadas a amizade <3 adorei sua resenha e quero muito ler!

    Lilian Valentim
    https://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Compartilho das mesmas impressões que você! O livro não tem uma carga dramática, mas consegue nos encantar com a amizade de Mark e Kate, e isso foi muito interessante, ainda mais, com essa escrita deliciosa que o livro possui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee Dani ^^
    Eu estou com esse livro aqui e estava bem receosa para lê-lo, pois percebi que, sempre que o David escreve um livro com alguém, eu acabo não curtindo a história. Mas eu amo os livros solo dele! Ver que você gostou de "À primeira vista" me deixou muito mais tranquila, sério. Fico MUITO feliz em saber que curtiu ♥
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu ainda não li o livro, mas estou curiosa, ainda mais por ter sido escrito por David Levithan.
    Eu já li vários livros do autor e adoro a narrativa dele, sempre envolvente, traz um assunto delicado, e até alguns momentos divertidos.
    Adorei a dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu quero muito poder ler algum livro do David Levithan, muitos deles estão na minha lista de desejados. Esse novo livro em particular, não me chamou tanta atenção, apesar de ter a questão dos personagens gays, que eu gosto de ler em histórias, porque deixa a nossa mente muito mais aberta e que apesar de ser muitos livros com essa temática, acho que tem que ser ainda mais discutido. Adorei sua resenha e mesmo que não tenha ficado tão interessada na história, se eu tiver a oportunidade, vou ler!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  15. Oi Dani,
    Sou apaixonada pela escrita do David, apesar de ter me decepcionado com uma obra dele. Fiquei muito contente por ter lido sua resenha e feliz por ele encantar. Achei a ideia de amizade, auto-descoberta e aceitação muito bacana e parecem ter sido bem trabalhadas também. Outro ponto positivo foi a velocidade de leitura, adoro livros rápidos.
    Vou tentar ler em setembro.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu também não conheço a escrita da autora, na verdade, nem a do outro autor, mas achei a capa um amor só! Pelo enredo dá para notar que é uma leitura leve e deve ser uma ótima escolha para passar o tempo. Caso eu decida ler, eu espero me encantar como você ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. Oi, Dani

    Eu nunca curti as propostas dos livros do autor, mas o que chama minha atenção nesse livro em questão é o fato da abordagem ser outra, de o foco ser a amizade.
    Acho que gostaria dos personagens e acredito que leria o livro, mas não o compraria, sabe? Hahahah
    Leria se me dessem de presente, por exemplo.
    Ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!