Lucas – “Não escolhemos o amor, é ele quem nos escolhe. Mas e se essa escolha estiver errada? ”A história de um amor proibido, escrita pela mesma autora do sucesso O Safado do 105 Lucas foi abandonado num orfanato e só aos nove anos de idade ganhou o presente que mais desejava: uma família. Mel nasceu na família perfeita. Seu pai, sua mãe e seu irmão, dez anos mais velho, a amavam. Ela era o xodó dos Carvalho Lemos. O que ninguém esperava era que, na adolescência, Mel começasse a olhar de um jeito diferente para Lucas, seu irmão adotivo, seu protetor, seu motorista de baladas, seu confidente. Ele também a percebeu diferente, a desejou e seu amor fraterno se transformou em outra coisa. Lucas, porém, não podia deixar que esse novo e assustador sentimento arruinasse seu sonho de ser amado por uma família. Mas o que fazer com a vontade de seu coração e seus desejos? Mel, com certeza, sabia o que fazer. Mel – “Só me sinto viva com você. Só me encontro em você.”

Romance | 352 Páginas | Cortesia Planeta de Livros Brasil | Skoob | Classificação: 4/5


Eu sempre tive vontade de ler algum livro da Mila Wander. Ouvi falar muito bem de “O Safado do 105”e fiquei muito curiosa quando teve o lançamento de “Meu Maior Presente”. A sinopse foi outro ponto que me atraiu para a leitura desse livro. Já tinha lido um livro com esse tema: relacionamento entre irmão. Mas, apesar do outro livro ter me emocionado e ter me feito chorar igual a uma criança, este livro foi mais leve e menos triste.

Em “Meu Maior Presente” conhecemos a história de Lucas e Mel. Lucas não teve uma infância muito boa: quando criança ele foi abandonado pela mãe e teve que viver em um orfanato até os 9 anos de idade, quando foi adotado pelo casal Heloísa e Levi. Essa adoção foi feita a partir de uma carta que Lucas escreveu ao Papai Noel. E quando seu pedido foi realizado, a vida de Lucas mudou completamente. Ainda mais quando teve o nascimento de Mel, sua irmã, aquela que se tornaria sua melhor amiga e a única mulher que um dia ele amaria. Os anos foram se passando, e a amizade de Lucas e Mel foi crescendo. Eles faziam praticamente tudo juntos: assistir a filmes, passar horas lendo; Lucas era a pessoa a quem Mel pedia ajuda, a quem ela pedia conselhos. Lucas sempre estava ao lado de Mel e, ela ao lado dele. Até que essa amizade, esse amor fraternal se transformou em algo a mais... 


Sei o que você está pensando: “Como assim eles se apaixonam? Eles não são irmãos?” Sim, eles são! Mas, ao contrário de “Proibido”, da Tabitha Suzuma, que os protagonistas eram irmãos de sangue, Lucas e Mel não tem o mesmo sangue; o que torna a história um pouco diferente. Eu sei que é estranho, já que eles foram criados juntos, mas pelos menos, a história deles não é tão pesada assim. Quando acontece o primeiro envolvimento entre os dois, Lucas acha que o melhor a se fazer é viajar, passar um tempo longe de Mel e tentar esquecer a menina e o que houve entre eles. O problema é que mesmo a distância não foi capaz de diminuir o amor que ele sente pela Mel. Ele tenta negar, não pensar nela, faz de tudo para manter a menina afastada dele. No entanto, ao contrário dele, Mel não quer ficar longe de Lucas, ela não pretende deixar que ele a afaste, que ele decida por ela se eles devem ou não enfrentar tudo para ficarem juntos.

Aqui não temos somente a questão do relacionamento entre Lucas e Mel, mas também, a diferença de idade entre eles. Lucas é 10 anos mais velho que Mel, o que torna o relacionamento deles ainda mais complicado. Então, eles terão que enfrentar o preconceito da sociedade, a diferença de idade, o problema que pode surgir por conta deles serem irmãos, e a provável rejeição dos pais e de toda a família... Não será nada fácil para Lucas e Mel assumirem o amor que sentem. Eles precisarão enfrentar muitos obstáculos para ficarem juntos e alcançar a felicidade que eles tanto desejam.  

"Desde que me vi apaixonado pela Mel, jamais ideias tão firmes haviam me alcançado. A certeza de que não havia saída para mim, além da dor, se eu ficasse sem a Mel, foi como um choque dentro do meu cérebro. Eu ainda não tinha entendido direito como era viver sabendo que a mulher que eu amo, além de não ser minha, pertencia a outra pessoa. A ficha finalmente tinha caído."
Eu AMEI a escrita da Mila! Ela tem uma escrita maravilhosa, cativante, envolvente, instigante. Foi bem difícil largar o livro. O que mais gostei nele foi que ele foi contado a partir do ponto de vista do Lucas. Geralmente todos os livros que leio é feito em terceira pessoa, ou pelo ponto de vista da protagonista. Adorei ler pelo ponto de vista do Lucas, foi diferente e incrível ao mesmo tempo. Desse jeito podemos conhecer mais sobre o protagonista; conhecer o medo que ele sente do futuro, o grande amor que ele sente pela irmã – amor, este que ele não gostaria de estar sentindo.

É difícil não torcer pelo casal. Não se envolver com seus dramas, suas alegrias. Mesmo que o assunto seja um pouco complicado para muitas pessoas, eu não me senti tão ofendida assim pelo conteúdo. Sei que o livro não agrada a maioria das pessoas, mas eu gostei! Gostei da forma como a autora abordou o tema, de como ela desenvolveu o romance entre Lucas e Mel, da construção dos personagens; que são maravilhosos e cativantes. Lucas é sensível, carinhoso, preocupado com a felicidade da irmã e de sua família. Ele não deseja que seus pais sofram quando descobrirem sobre seu amor pela Mel. Já a menina é mais confiante, mais ousada. Ela sabe que não será fácil para os dois, mas ela está disposta a lutar e enfrentar tudo por Lucas.  



"A maior prova de amor que eu podia lhe oferecer era o fim da distância, da dor e da solidão. Sempre achei que seria impelido a seguir em frente, mas descobri que sempre tive escolha. No fundo, cada um faz o que quer. É questão de aceitação, e eu aceito nosso amor. Se as outras pessoas não aceitam, é problema delas, não meu. Só eu posso cuidar da minha felicidade. Só eu posso me julgar — e foi por me julgar tanto que fui infeliz e fiz a Mel infeliz.”

Não deixem se levar pelo preconceito. Tente ler esse livro. É uma leitura que vale a pena, que cativa, que emociona; que nos diverte e nos faz pensar. Estou agora mais que ansiosa para ler outros livros da autora.  







6 Comentários

  1. Gostei muito da premissa do livro, parece ser encantadora e como sou melodramática, com certeza choraria. Já me envolvi com o drama lendo a resenha, pensa com o livro rsrs. E que legal a inovação da autora em contar a história do ponto de vista do rapaz, mais um ponto positivo.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, já conheço a escrita da Mila, porém ainda não pude ler esse livro. Já li outro livro com essa temática de outra autora nacional e sofri bastante rs Bom saber que esse é mais Leve. Continua na lista. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Menina, tu sabe que quando olhei a capa deste livro já descartei na hora, mas lendo a sua resenha mudei completamente de opinião, para ver como a visão destroce tudo. Pensei que fosse um livro bem bobo, com uma escrita chata e não é nada disso.

    Greice
    Blogando Livros

    ResponderExcluir
  4. Admito que não me interessei pelo livro logo a primeira vista por causa da capa, se não tivesse lido a sua resenha, nem teria descoberto a temática da história hahaah

    A ideia do relacionamento dos dois me incomoda um pouco, não vou negar isso, é algo um pouco demais para mim no momento, PORÉM, sua resenha despertou minha curiosidade e vou tentar lê-lo, mas não agora, preciso de um tempo para desfazer a cara feia hahahaha

    ResponderExcluir
  5. Olá! Bem, eu infelizmente não sinto vontade de conhecer esse livro. Eu ouvi e li comentários maravilhosos e grandiosos sobre o livro O Safado do 105, mas não consegui passar da página 30, a escrita não era do meu gosto e o pouco que li dos personagens também não me fez tentar permanecer na leitura. A premissa desse livro é interessante, quem sabe eu não vá tentar, mas é difícil :/ Enfim, apesar de deixar a dica passar, eu adorei a sua resenha ❤️

    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá ♥
    Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas ele está no topo da minha lista de desejados. Sou mega suspeita para falar da escrita da Mila, por que sou viciada na forma na qual ela cria os personagens e conduz a estória, amo cada característica que ela impõe neles. A premissa desse livro me deixa curiosa para saber o que de fato vai acontecer e qual será a reação da família e dos amigos já que perante a sociedade eles são vistos como irmãos. Amei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!