1 de novembro de 2017

[RESENHA] Príncipe Partido - Erin Watt

Reed tem tudo na vida: beleza, status e dinheiro. As garotas da sua escola matariam para sair com ele, os caras querem ser como ele, mas Reed nunca deu a mínima para nada disso. Nem para a família. Até que Ella Harper aparece na sua vida.Quando Ella chegou à mansão dos Royal o que ele mais queria era que a nova hóspede sumisse, mas, ela o conquistou e, agora, Reed ia fazer de tudo para mantê-la por perto. Ella lhe dava segurança, lhe transmitia paz, o aconchegava, sensações que há muito tempo não sentia.
Porém Reed comete um deslize e Ella se afasta por completo, trazendo caos à família Royal. Reed vê seu mundo desmoronar e toda a esperança de viver um romance com Ella desaparece. A garota dos sonhos de Reed não quer mais saber dele, porque sabe que se ficarem juntos isso vai destruí-los. Ella pode estar certa.
Jovem Adulto | 352 Páginas | Erin Watt | Cortesia Planeta de Livros | Skoob Classificação: 3/5 | Compre: Livraria Cultura  •  Fnac 

Leia também
- Resenha: Princesa de Papel – Trilogia The Royals - Vol. 1 

A resenha pode conter SPOILERS de Princesa de Papel 

Sabe aquele ditado que brasileiro não desiste nunca? Pois é! Não gostei tanto do primeiro livro. Não consegui me conectar com os personagens ou achar a trama tão interessante assim. Mas como eu costumo insistir e não desistir de séries de livros, resolvi que daria uma chance ao segundo livro, e se esse conseguisse me conquistar, nem que fosse um pouco, eu também leria os próximos livros da série.

Pois bem. Eis que recebi esse livro em casa e o deixei para ler um pouco mais tarde. Ao contrário do primeiro livro, não estava com altas expectativas com relação à narrativa. Só torcia para que não encontrasse nesse livro algumas coisas que não me agradaram no livro anterior. Continuo dizendo que a escrita da autora é envolvente e ela consegue prender o leitor. Disso eu não posso reclamar. Mas algumas atitudes dos personagens foi o que mais me tirou do sério no primeiro volume. 


Príncipe partido começa exatamente de onde Princesa de Papel terminou. No final do primeiro livro, Ella flagrou Reed em uma situação muito comprometedora e resolveu largar tudo e ir embora. Só que sua fuga não durou muito tempo, e ela logo foi localizada e levada de volta à mansão dos Royal. É claro que ela não quer ver seu ex-namorado nem que ele tivesse pintado de ouro e incrustado com diamantes. Mesmo ele tentando se explicar para a garota, ela não dá chances para ele. Só que Reed é igual a mim e não desiste nunca. E não é só Ella que está brava com ele, seu irmão, Easton – que descobriu o motivo que fez Ella ir embora – também não está falando com Reed. Ok, até aí tudo bem! O grande problema que eu encontro nesse livro são os personagens. No primeiro livro, Reed era o-garoto-babaca-e-irresponsável. Nesse livro ele continua sendo um pouco irresponsável, mas deixou de ser babaca. Mas calma, ele não deixou de ser 100% babaca, só um pouco. Deu para aturá-lo um pouco mais. Já Ella, eu não consigo me simpatizar muito com a personagem. Para mim, ela tenta mostrar aos outros que é fodona, que não liga para o que dizem dela. Só que, ela faz isso, com ações que me irritam muito. Ao invés de ser superior a seus colegas, ela demonstra sua superioridade com atos que condizem com o que eles dizem sobre ela. 


Eu também gostei que o pai dos meninos se mostrou mais presente na vida deles e mais preocupado com o que acontece dentro da própria casa. Se antes ele parecia relapso com relação aos filhos e a Ella, parece que nesse livro ele acordou e percebeu que precisa estar presente e demostrar mais que se importa com os filhos e com o que acontece a eles. A linguagem utilizada continua sendo a de jovens adolescentes desbocados e mimados. A autora não mediu as palavras no que se refere a palavrões ou alguns termos considerados baixos para algumas pessoas. É o típico vocabulário de jovens na faixa dos dezoito anos.   

Se o final de Princesa de Papel não me deixou ansiosa pela continuação, esse deixou. Quero ler o terceiro livro para saber como tudo se resolverá e como será o desfecho para todos os personagens.

E suma, o livro é interessante e consegue prender o leitor durante a leitura. Algumas coisas são bem clichês, já outras me pegaram de surpresa. Estou torcendo para que os protagonistas se desenvolvam mais como pessoas no próximo livro. Pretendo terminar a série. 







11 comentários:

  1. Olá, tudo bom?

    Para mim duas coisas são bem importantes nos livros: personagens e narrativas. Se eu não aguento ler uma narrativa ruim ou que não me prende, o livro acaba perdendo a graça; por outro lado, se os personagens são chatos, eu largo a leitura. Se o(a) escritor(a) consegue combinar os dois, mesmo sendo uma história clichê, é amor para o resto da vida.
    Nesse caso, parece a autora tem uma escrita envolvente, mas os personagens são daqueles que queremos entrar dentro do livro e dar uns tapas na cara para ver se acordam para a vida.
    Já sei que não vou me simpatizar com eles e, por isso, não estou tão animada para ler. Entretanto, parece ter uma premissa interessante, então esperarei a resenha dos próximos livros para ver se dou uma chance real para a série.

    Enfim, adorei o post, obrigada pela dica mesmo assim :)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, guerreira você, hein?! Eu não sei se leria o segundo volume não gostando muito do primeiro. Muito boa a sua resenha, explicitou bem os fatos que ocorrem no livro, mas é uma série que eu não tenho vontade de ler pelos comentários que já vi sobre o primeiro livro.

    ResponderExcluir
  3. Não li o primeiro livro, então, brisei um pouco neste enredo, mas gostei do fato de você estar mais ansiosa pelo próximo livro do que estava por esse.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu li o primeiro livro e não curti nem um pouco. Não achei que o segundo valeria a leitura. Pelo menos ele deixou com expectativas para o próximo, mas vou pular essa série, acho que tem livros melhores...
    Bjos!
    Lucy
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não li o primeiro livro nem tenho tanto interesse. Se um dia a lista de livros para ler não estiver tão grande quem sabe dou uma chance... Que bom que esse segundo livro funcionou melhor para você que o primeiro!
    beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi,
    comprei "Princesa de papel" assim que foi lançado e estava super ansiosa pela leitura mas andei lendo umas resenhas negativas e resolvi colocar o pé no freio, no momento estou priorizando os livros de parcerias, mas o desejo de ler esses livros ainda é enorme, fico feliz que mesmo o primeiro não tendo te agrada tanto, esse tenha apresentado uma evolução legal.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  7. Oiii tudo bem??

    Que bom que o segundo livro te deu mais vontade de finalizar que o primeiro, não é uma história que me chama muita atenção, e acredito que tudo que te irrita, me irritaria tbm.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bom?
    Apesar de não curtir clichê, achei incrível essa narrativa que você apresentou! Ja foi pra lista!

    ResponderExcluir
  9. Oiii!
    Tenho visto muito sobre o primeiro livro e todo mundo reclama da personagem principal. Eu não tenho muita vontade de ler essa série, apesar de achar a capa dos livros bonita, mas só. Pelo menos o segundo livro não foi tão ruim para você. Espero que o desfecho seja bom para valer a sua leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu estava bem curiosa com o primeiro livro, mas daí eu vi tantas resenhas negativas que eu acabei deixando de lado, então adorei ver a sua opinião do segundo volume, que realmente parece valer a pena! Espero que o terceiro te agrada bastante também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde! Uma pena quando lemos o primeiro e não temos ânimo pro restante, mas vc é insistente, parabéns! Bom, confesso que séries não são meu foco de leitura, mas às vezes abro uma exceção. Tenho a leve impressão, e me corrija se eu estiver errada, que os personagens são um pouco banais, meio rasos.... seria isso? Que bom que o fim deste segundo livro te surpreendeu e que irás continuar na tua busca. Eu, não daria uma chance, pricipalmente pelos clichês.
    Um abraço! Equipe Amores e Livros

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo