29 de dezembro de 2017

[RESENHA] Time Humanos - Justine Larbalestier e Sarah Rees Brennan


A história ideal para quem ama ou odeia livros de vampiros. Mel nunca gostou de vampiros. A ideia de se transformar em alguém que não está nem vivo, nem morto lhe dá calafrios. Vampiros perdem a capacidade de sorrir, param de ter sentimentos.... Isso sem falar que durante a transformação, se as coisas derem errado, você se torna um zumbi. E aí eles matam você. É um risco grande demais! Quando a melhor amiga de Mel, Cathy, e Francis Duvaney se apaixonam, a garota fica apavorada. Francis é arrogante, formal, metido a esperto e esplêndido demais. Ora, vivo aquele vampiro não está. E quando começa a suspeitar de que Francis está usando Cathy num plano que não tem nada a ver com amor, Mel passa a dedicar seus dias a desvendar a verdade por trás do vampiro, a fazer sua amiga enxergar que aquele é um amor sem futuro, sem jeito, abominável..., mas talvez, quem sabe, ela esteja sendo um pouco preconceituosa...
Jovem Adulto | 352 Páginas | Justine Larbalestier e Sarah Rees Brennan | Cortesia Galera Record | Skoob | Classificação: 3/5 


Imagine você vivendo num mundo onde vampiros e humanos podem viver na mesma sociedade, de forma pacífica. É nesse mundo que vive Mel e Cathy. Enquanto Mel não suporta esses seres e nunca se imaginou sendo um deles, Cathy é o oposto da melhor amiga. E quando Francis, um novo estudante e também vampiro passa a estudar na mesma escola que as meninas, Mel vê sua melhor amiga ficar perdidamente apaixonada pelo novo estudante. O que Mel não deseja é ver sua amiga sofrendo, e ela sabe que Francis fará sua amiga sofrer. Convencida de que ele esconde um grande segredo, Mel está disposta a enfrentar tudo para proteger Cathy de Francis.

Eu sempre gostei muito de livros que retratem esses seres. Alguns tendem a ser bem repetitivos, e isso acaba fazendo com que a leitura seja cansativa. A maioria dos livros que li desse tipo, até agora me agradaram, e quando vi a sinopse desse livro, fiquei bem interessada no enredo dele. Preciso dizer que o livro possui uma narrativa bem legal. E, embora ele não tenha sido uma das melhores leituras do ano, ele conseguiu me envolver e, com isso, acabou sendo uma leitura bem agradável. Também preciso dizer que o livro não tem nada de assustador. Geralmente (alguns) livros desse tipo tendem a ter muito sangue e detalhes um pouco assustadores, contudo, nessa obra, os vampiros e humanos coexistem de forma bem “pacifica”. Eles causam certo fascínio nas pessoas, ainda mais naquelas que querem passar pela transformação e se tornarem iguais a eles. Esses foram alguns detalhes bem diferentes dos livros do gênero.   




O livro é narrado em primeira pessoa, e vemos somente o ponto de vista da Mel, o que deixou a leitura um pouco cansativa. Eu gostei do livro, mas a personagem acabou me irritando um pouco, ainda mais com sua preocupação com a amiga e a vontade de descobrir tudo sobre Francis. Tirando esse detalhe, Time Humanos até que tem uma narrativa divertida e envolvente. Foi bom ler um livro onde a trama envolvendo os vampiros fosse um pouco diferente do que eu costumo ler.

Time Humanos talvez não agrade aqueles acostumados com as histórias clássicas de de vampiros, mas vale dar uma chance a obra. Como foi dito, o livro é divertido e, talvez você goste de ler algo diferente.  






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo