3 de janeiro de 2018

[RESENHA] Codinome Lady V - Lorraine Heath


Cansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação.
Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.
Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes.
Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes.
Romance de Época | 256 Páginas | Lorraine Heath | Editora Gutenberg Skoob | Classificação: 4/5 | Leia um trecho 


Minerva está cansada de ser alvo de homens que visam apenas o seu dote. Quase todos os dias ela recebe a visita de algum pretendente lhe propondo casamento. O problema é que nenhum deles está interessado nela pela sua beleza ou pela personalidade da jovem, a única coisa que eles querem é colocar as mãos em sua fortuna. A maioria são homens que possuem um título, porém não possuem um centavo em seus bolsos. Eles a cortejam com a certeza de que ela os aceitará. Minerva é considerada uma solteirona, já que não aceitou nenhuma proposta de casamento. Ela não é considerada uma pessoa bela, por isso, eles acreditam que ela aceitará qualquer pedido. Eles não entendem que Minerva não busca um casamento de conveniência, ela busca amor. Ela deseja que seu esposo aceite-a por quem ela é. No entanto, todos os seus pretendentes não aceitam que ela seja uma mulher com opinião própria, que possua uma língua afiada e não seja nem um pouco submissa. Minerva decide que, ao menos uma vez, ela saberá como é ser desejada e amada por alguém. É aí que ela, com toda a sua coragem, vai ao Clube Nightingale. O clube é um lugar onde mulheres podem viver momentos de paixão sem precisarem se identificar, para isso, elas usam máscaras quer escondem sua identidade.  E, é isso que Minerva faz. 



Pois bem... Acredito que vocês já imaginam o que acontece a seguir: Minerva encontra um homem no clube que a fascina, que faz seu coração bater mais rápido; algo que nunca aconteceu com ela. O Duque de Ashebury é charmoso, inteligente e faz com que Minerva se sinta viva, desejada e bela. Ele a escuta, ele não se importa que ela não seja igual às outras damas da sociedade. Eles conseguem conversar durante horas. Suas personalidades são iguais. E é a partir desse envolvimento que o romance começa. Mas não se engane achando que esse envolvimento começa de forma física. Na verdade, o que eles sentem vai muito além do desejo. Eles se conhecem aos poucos: cada desejo, cada sonho, cada detalhe de suas personalidades. Minera encontra em Ashe tudo aquilo que ela busca em um homem.

Eu, sendo uma romântica incurável, adorei o romance nesse livro. Mas, o que mais gostei mesmo, foi a personalidade de Minerva. Ela é uma pessoa muito diferente das mulheres de sua época: ela frequenta cassinos, ela tem um bom gancho de esquerda, ela não se importaria em entrar numa briga; ela fala sobre política, ela fala sobre tudo e dá sua opinião sobre aquilo que lhe interessa. Ela é determinada e não deseja se casar com alguém que não valorizará isso nela. Ela sabe que merece alguém que a ame, que tenha prazer em conversar com ela, e não somente ser um enfeite na própria casa. E, o melhor, é que Minerva tem o apoio dos pais. Eles não são os tipo de pais que empurram sua filha para o primeiro homem que propõe casamento. Eles não se importam que ela nunca se case; eles não se importam que ela expresse sua opinião com tanto fervor. O que eles querem é que ela seja feliz.



Esse foi um dos motivos que me fizeram gostar tanto do livro. O outro, é claro, foi o romance. Eu estou APAIXONADA pelo casal, pelo envolvimento deles e pelo amor que eles sentem. Pela forma como Ashe conseguiu superar a dor que ele carrega devido às memórias de seus pais. Como ele conseguiu superar as dificuldades com a ajuda de Minerva. A forma como ela entregou seu coração a Ashe e permitiu que ele a transformasse em uma mulher ainda mais confiante. Foi muito bom vê-los descobrindo o amor verdadeiro, vê-los amadurecendo juntos.

Codinome Lady V  é um romance de época lindo, muito divertido e surpreendente. Lorraine Heath possui uma escrita envolvente, instigante, que nos leva a pensar sobre o papel da mulher na sociedade, em como elas eram sobrepujadas e, muitas vezes, vistas apenas como uma forma de obter fortuna, ou um herdeiro. Eu amei demais isso no livro. Assim, eu indico esse livro de olhos fechados.   











27 comentários:

  1. Gosto também quando há personalidades fortes assim, que as protagonistas não ficam cheias de mimi porque até são retratadas assim em alguns livros, mas acho legal a forma como elas se aventuram como você citou neste livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também prefiro esse tipo de mocinhas, muito melhor ler sobre elas.

      Excluir
  2. É meio difícil eu não gostar de um romance de época, por mais clichê que ele possa ser e é como essa trama soa para mim, mas claro que eu adoraria ler e me apaixonar assim como você pelos personagens e essa pitada de bom humor que a trama trás.
    Gostei da dica, deixo a dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que mesmo com todos os clichês do mundo esse ainda seria um dos meus gênero preferidos da vida.

      Beijos.

      Excluir
  3. Oie, tudo bom?
    Se tem uma coisa que eu amo são histórias com uma boa dose de humor. Adorei seu post, e tudo que disse sobre o livro. A capa é linda, e já deixa a gente com vontade de pegar pra ler. Amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Fico feliz que tenha gostado. Esse livro vale muito e pena ler.

      Beijos.

      Excluir
  4. Ola lindona eu amei esse livro, Minerva é uma protagonista que está a frente de seu tempo e sabe o que quer, o romance dos protagonistas foi incrível, a escrita da autora envolve o leitor, um dos meus preferidos desse ano.

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É impossível não se encantar com a Minerva.

      Beijos.

      Excluir
  5. Olá, fico contente que tenha gostado do livro pois eu, apaixonada por romances de época que sou, também já li ele e gostei justamente pelo fato do amor e o respeito que a protagonista recebe dos pais.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse detalhe dos pais da Minerva também foi algo que eu gostei muito no livro. Que bom que você também tenha gostado da obra, fico feliz.

      Beijos!

      Excluir
  6. Olá!
    Eu li esse livro e assino embaixo com o que vc disse, ele é ótimo! Um romance de época diferente do que vemos por aí e que ainda eleva o papel da mulher além do de procriadora e dama do lar.
    Bjos!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa obra tem um diferencial que não vi em muitos romances do gênero.

      Beijos!

      Excluir
  7. Ooi,

    Eu AMO quando os romances de época dão essa personalidade forte para suas protagonistas. Minha lista de romance de época já tem vários quilômetros mas mesmo assim acho que Codinome Lady V merece seu lugar na lista ahaha

    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  8. Oi, Dani!
    Ai esses romances de época que nos fazem suspirar! Achei muito interessante que você comentou que os pais da Minerva a apoiam que querem mais a sua felicidade do que empurrá-la para um casamento logo. Aliás, Minerva me pareceu uma personagem adorável de se acompanhar durante a trama, já vou colocar na minha lista para ver se me apaixono por esse romance também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Estou animada com essa leitura. A narrativa parece fluida e o casal tem bastante química. Espero me divertir com esse romance.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Adorei muito sua resenha e suas impressões a respeito desse livro. Já tive a oportunidade de ler outras resenhas dele, mas nenhuma delas me deixaram com esse senso de urgência para ler o livro. Parabéns, você conseguiu me convencer. Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Blog Catarse Literária

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Estou bem na vibe de ler romance de época e simplesmente adorei sua indicação. Adorei a personalidade da Minerva e com certeza irei conferir essa história o mais breve possível.
    Obrigada pela indicação. beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Uma das coisas que eu mais adoro em romances de época é a maneira como as protagonistas femininas são: fortes, determinadas e muuito à frente do tempo em que vivem. Estou doida para ler esse livro, parece ser muito apaixonante (apesar de eu imaginar como acaba) e encantador. Fico feliz em saber que gostou :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2018/01/lancamentos-de-janeiro-editora-arqueiro.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando os personagens são dessa forma, a leitura se torna ainda melhor, não é?

      Beijos.

      Excluir
  13. Eu também sou uma romântica incurável e romances me ganham sem muito trabalho haaha se eles tem mulheres fortes e que saem do esteriótipo de submissas então... Adorei suas fotos e premissa do livro, não o conhecia e já o adicionai na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  14. Oi!

    Eu tenho visto essa capa rondar a internet e confesso estar bem curiosa para ler, porque é o tipo de livro que eu amo: romance de época. Eu com certeza vou me apaixonar pela Minerva também, então já coloquei na lista, haha. Parabéns pela resenha.

    beijos!

    ResponderExcluir
  15. Toda vez que vejo a resenha desse livro me dá mais vontade de comprar ele. Até hoje não vi ninguém falando mal desse livro. E o fato da mocinha não ser aquela mocinha chata e que só sabe fazer doce já me ganha. Pq sinceramente eu n sei o que se passa na cabeça dessas autoras achar que romance de época tem que ter mocinha chata...hahahahaha.

    Amo a capa desse livro. E To apaixonada por esse enredo tbm. Adorei demais a sua resenha. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que eu ficaria bem frustrada com o livro se a Minerva fosse de outra forma. Mas, tive sorte com a protagonista.

      Beijos!

      Excluir
  16. Esse romance de época é simplesmente incrível!
    Eu não vejo a hora da editora publicar os próximos dessa série, pelo que pesquisei na época até os pais do mocinho tem um livro da fora, então tem muitos livros com essa escrita icnrível pra gente ler rsrsrs
    Minerva é rainha <3

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?
    Bem, sou apaixonada por romances de época e não acredito que não li essa lindeza ainda! Já quero conhecer esse casal apaixonante e essa personagem incrível e a frente de seu tempo. Tenho certeza que vou me encantar tanto quanto você! Amei a resenha e as fotos ♥
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  18. Olá Dani!
    Eu ainda não li esse livro, mas já coloquei na lista de desejados, pois eu curto romances de época, principalmente, se eles contem personagens fortes assim. Eu senti, pela sua resenha, que nada nesse livro é forçado, que sentimos carinho pelos personagens e torcemos por eles, vou anotar a dica desse livro para mim e para minha mãe!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro mas já o coloquei na listinha, eu gosto muito de romances de época, principalmente quando a mocinha tem a língua afiada e desafia os paradigmas sociais da época.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo