15 de janeiro de 2018

[RESENHA] O Silêncio das Águas - Brittainy C. Cherry


Da autora de O Ar Que Ele Respira e A Chama Dentro de Nós, uma história de amor que precisará vencer todos os obstáculos.
Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes?
Romance | 364 Páginas | Brittainy C. Cherry | Editora Record | Skoob | Classificação:  5/5 ♥ 

Série Elementos
3. O silêncio das águas
4. A força que nos atrai


Brittainy C. Cherry definitivamente se tornou uma das minhas autoras preferidas. A capacidade dessa mulher de nos tocar com sua narrativa, é surpreendente. A forma como ela conduz à narrativa, expondo diversos temas, nos possibilitando sentir a dor de cada personagem é incrível. Desde o primeiro livro dela, eu fiquei apaixonada e encantada com as escrita simples, ágil e emocionante. Ela sempre traz temas reais, que pode acontecer com qualquer pessoa. Isso nos permite nos aproximar dos personagens. As falhas, as dores, os medos, as incertezas dos personagens são tratados de forma leve, mas ao mesmo tempo, sofremos, choramos, nos revoltamos. Sentimos empatia por personagens que não existem, mas que de certa forma, sabemos que existem pessoas no mundo que estão passando pelos mesmos problemas; que estão enfrentando as mesmas dificuldades; que tiveram seus sonhos destruídos. É isso o que mais amo nos livros da Brittainy C. Cherry: a forma como podemos nos enxergar nos personagens.

Tudo era perfeito na vida de Maggie. Ela – depois de um tempo vivendo somente com seu pai – agora tem uma nova mãe e dois irmãos. Maggie foi muito bem recebida pela sua nova família. Junto com a família, Maggie tem a chance de conhecer o melhor amigo de seu irmão, Brooks, o garoto por quem ela sente sua primeira paixão. Maggie sempre busca estar perto de Brooks e ter sua atenção. Contudo, algo terrível acontece com Maggie e ela perde a voz, torna-se tímida, reclusa dentro da própria casa. Sem conseguir se abrir com sua família e nem contar o que aconteceu com ela. Sua família não sabe o que houve com a jovem, não sabe como ajudá-la. Com isso, a família perfeita começa a desmoronar. É aí que surge Brooks com sua amizade, com seu carinho e momentos dedicados a Maggie; e a promessa de sempre estar ao lado dela, e sempre escutá-la, mesmo que ela não diga uma palavra.



Eu já tinha visto pessoas falando que esse livro era um dos melhores da série, e que ele era ainda mais emocionante que seus antecessores. Confesso que tudo o que disseram sobre a obra era verdade. A narrativa é emocionante e arrasadora. Maggie era, na infância, o tipo de garota feliz, mas que viu sua vida ruir quando viu algo terrível acontecer. E, ao passo que ela cresce, ela não consegue superar o trauma. Ela tem momentos onde relembra todo o horror que viveu, e isso não a deixa esquecer o viu. Torcemos para que a jovem supere os traumas, para que ela se abre com sua família, ou com Brooks, mas nunca sabemos como uma pessoa reagiria diante do que Maggie sofreu. Brittainy conseguiu desenvolver a narrativa de forma crível. Mostrando-nos as etapas que a protagonista precisou enfrentar. Maggie desde sempre contou com o apoio do pai, mas precisou ver sua irmã, que era sua melhor amiga, se distanciar dela, ainda mais quando toda a atenção era direcionada a Maggie. Teve que ver sua madrasta se culpando pelo o que aconteceu.

E ainda tem Brooks, que sempre esteve ao lado dela, sempre oferecendo tudo o que a garota precisava. Ele nunca a viu como uma pessoa desequilibrada, defeituosa; ele nunca se importou que ela nunca saísse de casa. Brooks desejava, sim, que tive algo que pudesse fazer para que Maggie se abrisse, para que ela curasse as feridas. Contudo, ele nunca impôs sua vontade, ele sempre respeitou os limites da jovem, e continuou sendo sua âncora em todos os momentos. E, ao passo que essa amizade se transforma em amor, Maggie passa a sentir muito mais medo. Ela teme que esteja prendendo Brooks a ela. Ela sabe que ele abandonaria tudo: seus sonhos, sua vida para estar ao lado dela; e ela não quer isso. Ela deseja mais do que tudo que Brooks fique com ela, mas, ela não consegue deixar de sentir que está estragando todas as oportunidades de Brooks de realizar seu maior sonho.   

O silêncio das águas é, acima de tudo, uma história sobre amizade, perdas e medos. Sobre precisar enfrentar seus traumas, encontrar forças para ajudar aqueles que mais ama. O amor de Maggie e Brooks é construído gradativamente, a partir de todos os momentos ouvindo músicas juntos, de todos os livros trocados, de todas as palavras não ditas. Torcemos com fervor para que os dois superem seus traumas, que Maggie supere seus medos, que ela se abra mais uma vez para o mundo.  E quando chegamos ao final, e tudo se encaixa, é emocionante ver a jornada que cada um precisou realizar para chegar aquele momento. Por fim, digo que cada minuto dedicado a leitura vale a pena. Você vai se apaixonar pela trama, vai se emocionar pelos personagens e verá que as vezes o que não dizemos vale muito mais.




16 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Confesso que essa série, a premissa dela, não me cativa, e que por isso nunca tive vontade de ler. Sei que tem feito grande sucesso, inclusive com a vinda da autora para o Brasil. Tenho lido muitas resenhas positivas sobre, mas realmente não tive vontade de ler, quem sabe um dia. Valeu pela indicação.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Estou atrasada com essa série, até agora o primeiro livro foi o que mais gostei, mas sinto que esse terceiro pode superar. O enredo gera toda uma curiosidade sobre o que aconteceu com a protagonista e como se dará essa relação com o mocinho.
    Amei a escrita da Brittainy e sei que não irei me arrepender de fazer mais essa leitura.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  3. Olá!!!
    Eu estou totalmente atrasada nessa série já que nem a iniciei, mas admito que estou louca para ler os livros da autora e conhecer pois ouço maravilhas sobre a série.
    Eu fiquei imensamente apaixonada por esse terceiro livro, pois eu soube que o personagem é um rockeiro e tenho uma queda por rockeiros rsrsrs
    Amei a resenha e estou mais louca para conhecer esse livro!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Essa mulher é realmente maravilhosa, não consigo encontrar pontos negativos na escrita dela, Dani. Dessa série eu li apenas o primeiro livro, mas a cada resenha tenho a certeza de que devo continuar porque os próximos sao tão excelentes quanto o primeiro.

    ResponderExcluir
  5. Eu achava que esse livro era romance adulto, até descobrir pelas resenhas que é pura emoção. Mesmo gostando muito dos assuntos abordados nele, não li e não vejo muita pretensão para isso, mesmo tendo a certeza que estou perdendo uma grande história, ainda mais com desfecho de sua resenha. Me deixou a pensar. Gostei.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu só li coisas positivas a respeito deste livro mas agora fiquei com uma dúvida: ele é uma continuação dos outros ou cada livro é uma história só? Porque eu estava querendo ler eles separados sem precisar seguir a linha sabe?

    ResponderExcluir
  7. Não estava muito na vibe de encarar esta serie e estava achando mais do mesmo, mas confesso que estou começando a me dobrar diante de tantos elogios.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Essa será uma das minhas próximas leituras. Gosto muito da escrita da autora e principalmente de quando os protagonistas são conduzidos nos relacionamentos de forma gradativa e não forçada.
    Certamente vai valer a pena conhecer Maggie e Brooks.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  9. Olá Dani, tudo bem?

    Ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora Brittainy, embora saiba inclusive que ela fez um evento aqui em SP no ano passado, o qual não consegui ir (como sempre, hahaha). Mas não sei porque, os enredos que vejo em todas as resenhas dos quatro livros da série... não se encaixam tanto assim nos meus gostos literários.

    Beijos
    @blogodiariodoleitor

    ResponderExcluir
  10. Nao li nenhum dos livros da serie mas já quero. Sua resenha só vem dizer mais uma vez o quanto a historia é boa. Amei sua resenha.

    Bruna
    http://www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  11. Já estou aqui suspirando enquanto leio sua resenha, então imagino como ficarei quando ler esse livro. A Brittainy realmente tem o dom de nos cativar e nos emocionar com sua escrita e se antes eu já estava ansiosa para conhecer a história de Maggie e Brooks, agora mais do que nunca. Amei sua resenha.

    Bjs, Glaucia
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Dani, tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum romance da Brittany, infelizmente. Sempre vejo pessoas falando bem sobre os livros dela. Eu gostei muito da tua resenha de O Silêncio das Aguas, eu já havia lido outras na qual havia uma falta de empatia quanto ao trauma de Magguie e que não justificava as atitudes dela... Fiquei meio assim, sabe? A gente não tem como falar pelas outras pessoas... Quero muito ler e tirar minhas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  13. Oi.
    Comecei a ler esse livro ontem e já estou totalmente apaixonada.
    E aqui eu aviso que pode conter SPOILER
    SPOILER
    SPOILER
    SPOILER
    .
    .
    Então, estou na parte que eles começam a namorar (sei que não é bem spoiler, mas achei melhor evitar) e tive que parar de ler porque estou com a sensação de que vai dar merda em breve, como nos livros anteriores: quando tudo ia bem, acontece alguma coisa que ferra tudo. Mas ao mesmo tempo não consigo parar de ler.
    Essa coleção dela realmente está linda.
    Adorei a resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi, que resenha linda! Eu não li essa série da autora, mas todo mundo fala muito bem dela, e isso me deixa com muita vontade de lê-los. O que mais gosto nos livros dela é que a autora consegue fazer o leitor aprender e refletir sobre algo, não é somente um livro de romance qualquer. Acho que esse é o diferencial do livro.
    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Dany,
    eu também estou apaixonada pelas obras dessa mulher e a capacidade que ela tem de nos envolver com histórias tão ricas de sentimento e emoção. O livro dessa série que mais gostei até agora foi "A chama dentro de nós" me fez chorar horrores, em segundo vem esse e já estou desesperada pelo último.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  16. Olá ♥
    Eu amei o livro, mas ele não é o meu favorito da série para mim " A Chama dentro de nós" é o melhor. A desenvoltura dessa história foi fantasística, em alguns momentos achei a mudez da Magie um pouco forçada, mas depois tentei me colocar no lugar dela e vi que eu que não tinha noção do que era um trauma muito grande. Brooks é meu amor, o personagem que eu amei viu. Ele é aquele famoso príncipe encantado. O final desse livro foi maravilhoso me encheu os olhos. Leio qualquer coisa dessa autora até a lista dela do supermercado se ela deixa. beijos.

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2017 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo