12 de fevereiro de 2018

[CLÁSSICOS] Contos de Fadas - Vários Autores - Resenha




Este pequeno livro reúne todas as mais famosas histórias infantis de Grimm,Perrault e Andersen, entre outros, em suas versões originais,sem adaptações.São ao todo 20 contos de fadas,bruxas,princesas,encantamentos e finais felizes.E mais:inclui biografia dos autores e 90 pinturas e desenhos, muitos deles raros.
Contos Infantis | 284 Páginas | Vários autores | Editora Zahar | Skoob | Classificação: 5/5






Você, provavelmente, já ouviu falar da história de Branca de Neve, João e Maria, Chapeuzinho Vermelho, entre outros, correto? Você cresceu vendo as histórias da Disney inspiradas nesses contos. Mas, você sabe como são os verdadeiros contos? Nem toda história termina de uma forma feliz; nem todos tem o seu “Felizes para sempre”. Costumamos pensar nos filmes da Disney que crescemos vendo. Nos príncipes e nas princesas; nas bruxas malvadas que são derrotadas; onde todos encontram seu final feliz e onde o bem sempre vence. No entanto, nem toda história é feliz.

Contos de Fadas, publicado pela Editora Zahar traz alguns contos bem famosos, outros nem tão conhecidos assim. Quando vi este livro – que faz parte de um box lindo – eu não sosseguei até conseguir comprá-lo. Como disse, a obra traz uma compilação de contos de alguns autores famosos, como: os irmãos Grimm, Charles Perrault, Hans Christian Andersen e outros. Os contos estão em suas versões originais, e inda acompanham ilustrações lindas.

Eu já sabia mais ou menos como eram esses contos. Sabia que seria bem diferente do que eu vi quando criança. Os primeiros contos são Charles Perrault, e traz os contos: Cinderela ou sapatinho de vidro, Pele de Asno (que eu ainda não conhecia), O gato de Botas ou O Mestre Gato, O Pequeno Polegar, Chapeuzinho Vermelho e Barba Azul (outro que eu também não conhecia). O melhor de cada um desses contos é que, no final, é apresentado a moral da história, algo que achei fantástico. É claro que se você comparar alguns desses contos com os que a Disney mostra, verá que foi certo eles mudarem alguns detalhes, já que poderiam ser considerados um tanto macabro e pesado, ainda mais para crianças de uma certa idade. 


A segunda seleção é de Jeanne-Marie Leprince de Beaumont e traz somente um conto (um dos meus preferidos): A Bela e a Fera. Foi muito bom ver alguns detalhes que diferenciam as versões (filmes) que conhecia até agora. Não sei de qual eu gosto mais agora. Sou apaixonada por esta história. Gosto muito da mensagem que há por trás do conto. E, tanto nos filmes que já assiste, como nesse conto, as mensagens são bem parecidas. A terceira parte são dos irmão Grimm, um dos meus favoritos, e acredito que a maioria conheça os nomes; ainda mais pelos filmes e pela série que tem o nome deles. Temos: A Bela Adormecida, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho (outra versão) e João e Maria. Conhecia todos os contos. Já tinha pesquisado mais sobre as histórias de Jacob e Wilhelm Grimm e origem de suas histórias.

Ainda temos Hans Christian Andersen, com os contos: A roupa do imperador, O Patinho Feio, A pequena vendedora de fósforos, A Pequena Sereia e A princesa e a ervilha. Os únicos contos desse autor que eu conhecia são O Patinho Feio e A Pequena Sereia. Fiquei feliz por ter tido a chance de ler aqueles que eu não conhecia, e ver como são bem diferentes a versão escrita dos filmes que eu assisti quando era criança. Eu acho que prefiro continuar imaginando a história de A Pequena Sereia como eu conheço, já que a verdadeira é triste e, posso dizer, até macabra. Ainda temos os contos: João e o pé de feijão (quem não conhece essa história?) e A história dos três porquinhos. Eu cresci ouvindo essas duas histórias, principalmente a de João e o pé de feijão. Todos esses contos são de Joseph Jacobs. E por fim, temos um conto de um autor anônimo: A História dos Três Ursos. Este eu acho que já ouvi falar, mas não me recordo agora. Mesmo assim, foi bom lê-lo. 

Como estamos falando da Editora Zahar, a edição está linda. O livro é em capa dura, cada detalhe da obra é muito bonito, tanto as ilustrações da capa, quanto as que estão junto com o texto. É uma edição de bolso, que faz parte de um box, mas não se deixem levar por isso, porque vale a pena ter esse box na estante; ainda mais porque ele BRILHA NO ESCURO! As vezes eu fico com as luzes do quarto apagadas só para admirá-lo na minha estante. 













Um comentário:

  1. Esses livros da Zahar são espetaculares! Ainda não tenho esse de contos de fadas, mas já quero comprar <3

    Toca da Lebre

    ResponderExcluir

Gostou do post? Então deixe seu comentário. Mas lembre-se, não serão aceitos comentários que contenham qualquer tipo de preconceito ou palavras de baixo calão, respeite os demais leitores.

Obrigada por comentar e volte sempre!!

© 2018 x Design e Código: Sanyt Design x Livros e Café • voltar ao topo